Últimas Notícias sobre Hipertensão

Foto: Reprodução

Não é novidade que o stress faz mal à saúde. A mais nova evidência sobre o assunto, um estudo publicado na revista científica ‘Circulation’, revelou que pessoas com pressão arterial normal que apresentam continuamente altos níveis de cortisol, o hormônio do stress, têm risco aumentado de ter hipertensão, doença cardíaca, infarto ou AVC.

Foto: reprodução

A data, instituída pela Lei nº 10.439/2002, tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico preventivo e do tratamento da doença.

Foto: Divulgação

Os pacientes acompanhados no mutirão de Glaucoma ou em tratamento contínuo de Hipertensão e Diabetes, estão recebendo os medicamentos em casa para continuidade dos tratamentos.

© DR

A pressão alta ou hipertensão é uma condição preocupante já que no seu estado mais grave pode resultar na incidência de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Em todo o mundo milhares de indivíduos sofram de hipertensão.

© Shutterstock

Falta de ar, vertigem e fadiga são sintomas que costumam ser associados ao cansaço, excesso de trabalho, estresse ou a outros problemas de saúde como a asma. Porém, em alguns casos esses sinais podem ser indícios de uma doença mais grave e pouco conhecida: a Hipertensão Pulmonar Tromboembólica Crônica, conhecida como HPTEC.

Recomendação é aferir a pressão arterial ao menos uma vez ao ano. Imagem: Reprodução

Você sabe quanto mede sua pressão? Ou quanto ela deve medir? A medição do valor da pressão pode ser feita de maneira fácil. Algumas farmácias e centros de saúde chegam a medi-la de maneira gratuita à população. É a maneira de verificar se a pressão está boa, alta ou baixa demais.

Sasin Tipchai / Reuters

A hipertensão é uma das principais causas de morte² e atinge entre 20% e 35% da população adulta na América Latina. Lembrada todo 17 de maio (dia mundial da hipertensão), a doença, também conhecida como pressão alta, ocorre quando a pressão do sangue, causada pela força de contração do coração nas paredes das artérias para impulsionar o sangue para todo o corpo, se eleva.

Foto: Divulgação

Cerca de 388 pessoas morrem por dia no Brasil devido à hipertensão. Dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) apontam que, em 2017, o país registrou 141.878 mortes devido à doença ou a causas relacionadas a ela. Segundo o Ministério da Saúde, os dados mostram que 37% dessas mortes são precoces. Já a pesquisa Vigitel 2018 diz que os mais afetados pela hipertensão são idosos com mais de 65 anos. A pesquisa entrevistou pessoas com mais de 18 anos em todas as capitais brasileiras.

Imagem: Fotos Públicas

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu recolher 181 lotes de medicamentos usados para tratamento de hipertensão arterial devido à presença de impurezas associadas a um potencial risco de câncer.
Entre esses medicamentos, estão o losartana, o segundo remédio mais vendido do país, e do valsartana, também amplamente usado.

Foto: Reprodução

No dia 26 de abril, comemora-se o Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial. De acordo com estimativas do Ministério da Saúde, cerca de 30% da população brasileira adulta sofre de hipertensão arterial. Embora seja uma doença hereditária, os hábitos de vida também são fatores de risco para o seu desenvolvimento. A obesidade e o sedentarismo são os principais fatores de risco para a hipertensão, sendo que 70% dos homens e 61% das mulheres que sofrem de pressão alta são obesos.

Close