Um em cada cinco governadores eleitos em período alvo da Lava Jato já foi preso

-
Foto : José Cruz/ Agência Brasil

Um em cada cinco governadores eleitos em 2010 e 2014, os dois pleitos mais marcados por operações policiais como a Lava Jato, já foi preso em investigações deflagradas nos últimos cinco anos. A informação é de levantamento da Folha de S. Paulo. 

Entre 46 eleitos para governos em 2010 e 2014, que deveriam encerrar seus mandatos até 2018, dez já foram presos.

O levantamento engloba os eleitos nestes anos porque a arrecadação financeira dessas campanhas esteve no centro de depoimentos de delação premiada que motivaram operações da Polícia Federal nos últimos anos.

A prisão mais recente foi a do paraibano Ricardo Coutinho (PSB), que ficou detido por dois dias em dezembro após Operação Calvário, que apura irregularidades na saúde e na educação do estado. Ele havia sido denunciado, em janeiro, sob a acusação de liderar uma organização criminosa responsável por movimentar R$ 134 milhões. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui