Animação Litghtyear é censurada na Arábia Saudita por causa de beijo lésbico

Foto: Divulgação

O fãs da animação “Lightyear” da Pixar não poderão ver o filme na Arábia Saudita, nos Emirados Árabes Unidos e Kuwait, entre outros territórios da Ásia Ocidental por causa da cena de um beijo gay no spin-off de “Toy Story”.

De acordo com o portal americano Variety, a cena envolvendo uma nova personagem lésbica da guarda espacial chamada Alisha e sua esposa, foi cortada do filme pela Disney, mas depois foi restabelecida após protestos dos animadores da Pixar. 

Segundo o portal, o filme foi inicialmente aprovado para o lançamento nos Emirados Àrabes Unidos. No entanto, a licença da obra foi revogada após ligações nas mídias sociais acusando a Disney e “Lightyear” de insultar os muçulmanos e o Islã.

A censura na Arábia Saudita recentemente também impediu o público local de assistir “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” da Marvel, devido à inclusão de um personagem gay.

Lightyear é dirigido por Angus MacLane, animador da Pixar que co-dirigiu Procurando Dory, além de curtas de Toy Story. A estreia está marcada para 17 de junho de 2022.