Após S. A. de Jesus registrar dois homicídios em menos de 12h, delegado comenta sobre os crimes

-
Delegado Dr. Adilson Bezerra / Imagem: Voz da Bahia

Em entrevista ao repórter Antônio Carlos, da Andaiá FM, o delegado da 4ª Coorpin em Santo Antônio de Jesus, Dr. Adilson Bezerra, comentou sobre os dois homicídios registrados no município em menos de 12h. Um no bairro Irmã Dulce, onde um homem foi morto a facada após tentar separar uma briga entre um casal (veja mais), e o outro proveniente da guerra entre facções criminosas de tráfico de drogas no município (clique e veja).

Segundo o delegado, o autor do crime no bairro Irmã Dulce, foi preso em flagrante e aguarda para ser transferido para o presidio, “o primeiro homicídio ocorreu a partir de uma briga de marido e mulher, onde uma terceira pessoa entrou na discussão e veio a óbito com um golpe de faca. O autor foi preso imediatamente, apresentado na delegacia onde foi lavrado o flagrante pela autoridade policial de plantão e se encontra preso, onde será transferido para o presidio regional para cumprimento provisório da pena”, declarou.

Dr. Bezerra falou também sobre o homicídio no bairro Salomão, “o segundo homicídio foi do Januário da Silva Santos, conhecido como ‘Rato’, conhecido da polícia por passagens na delegacia de Santo Antônio de Jesus. A sua morte foi oriunda dessa guerra de facções criminosas, o ‘Bonde do Maluco’ e o Bonde de SAJ’, contudo, já estamos com equipes nas ruas investigando para que essas mortes tenham baixas. Já foram quatro mortos no mês de janeiro e isso não pode perdurar, vamos fazer operações nesses próximos dias”, falou.

Desde o início do mês de janeiro já foram registrados 4 homicídios, os quais acredita ser um número alto para o início do ano. Devido a este crescimento, o Dr. Adilson pontuou sobre operações policiais para conter o aumento de crimes contra a vida, principalmente relacionadas a tráfico de droga, “para mim, essas mortes registradas em janeiro já é um número elevado. Os agentes que estavam de férias estão retornando fazendo o trabalho de levantamento de provas para implementar operações para o combate desse número crescente de homicídios no início do ano”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui