Augustus Nicodemus faz alerta contra consumismo: ‘Não desperdice o que Deus lhe deu’

Foto: reprodução/Towfiqu Barbhuiya/Unsplash

O consumismo é um dos fenômenos comportamentais mais preocupantes do mundo moderno e uma realidade até para cristãos. Sobre isso, o pastor Augustus Nicodemus Lopes compartilhou uma breve reflexão.

Em seu canal no YouTube, o pastor presbiteriano respondeu à pergunta “como um cristão deve administrar seu dinheiro?”. Além do tradicional conselho da cautela no que se refere aos gastos, Nicodemus também fez um alerta sobre a necessidade de aprender elencar prioridades.

“Existem muitos princípios na Bíblia a respeito da administração doméstica. Na verdade, não precisa ir nem para a Bíblia. Uma regra básica é ‘você não deve gastar mais do que você ganha’, porque se você gasta mais do que você ganha, você vai entrar em dívida”, disse o pastor, conceituando o básico sobre finanças pessoais.

“Se você faz isso regularmente, essa dívida vai aumentando, até que finalmente você vai entrar numa situação muito difícil, uma situação muito complicada”, acrescentou, indicando consequências do consumismo.

Em seguida, o pastor afirmou que é preciso olhar para os recursos de maneira humilde: “Eu diria que os princípios bíblicos para o uso do dinheiro são estes: primeiro, você reconhecer que você não é o dono do seu dinheiro, você é um mordomo, você administra os bens que Deus lhe deu, e que portanto, você vai prestar conta diante de Deus pelo uso que você faz”.

“Segundo: use uma parte do seu dinheiro para suprir as suas necessidades e as necessidades da sua família, e use outra parte do seu dinheiro para investir no Reino de Deus, para ajudar a obra de evangelização, para sustento da Igreja. E também use uma parte para ajudar os pobres e os necessitados”, listou o pastor.

Ao final, Augustus Nicodemus fez um alerta: “Priorize o uso do seu dinheiro. Cuidado com o consumismo. Não desperdice os recursos que Deus lhe deu comprando coisas que você não precisa, ou investindo somas grandes em coisas que não vão durar, como por exemplo, gastar milhares de reais em uma viagem quando você teria contas a pagar, ou problemas a resolver. Muito da mordomia cristã é bom senso”, concluiu.

ASSISTA ABAIXO:

Por Tiago Chagas / Gospel +