Brumado: Juiz ordena afastamento de enfermeira grávida do Hospital Municipal

-
Foto: Luciano Santos / 97 News

Uma enfermeira gestante conseguiu na Justiça o direito de se afastar das atividades que exercia no hospital municipal de Brumado, no sudoeste baiano. A decisão do juiz Genivaldo Alves Guimarães, da Vara Civil da Comarca de Brumado, foi decretada na última segunda-feira (25). O magistrado aceitou o mandado de segurança impetrado por Jeniffer Souza Silva.

No recurso, a profissional argumenta que está no sexto mês de gravidez, e pelo fato se enquadra no chamado grupo de risco para o novo coronavírus. Silva informou que exerce duas atividades no setor de obstetrícia da unidade de saúde, que apontou como “local de elevado risco de propagação do vírus”.

Em caso de desobediência, a prefeitura de Brumado pode pagar multa diária de R$ 5 mil até o limte de R$ 100 mil. Na sentença, o juiz considerou que a enfermeira pode trabalha de casa de forma remota. Conforme o 97 News, a liminar atende a um pedido do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Brumado (Sindsemb) que representa os servidores do município. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui