Denzel Washington relembra experiência com Espírito Santo: ‘Me assustou’

-
Foto: Erik Pendzich/​Shutterstock

Denzel Washington fala sobre sua fé e relacionamento com Deus através do Espírito Santo de maneira recorrente em entrevistas, quando tem oportunidade de tocar no assunto. Na última quinta-feira, 25 de junho, ele participou de uma live no Instagram com o pastor AR Bernard, e se aprofundou no tema.

Como a questão racial nos Estados Unidos está em evidência no momento, devido ao assassinato de George Floyd, o renomado ator também compartilhou suas impressões a respeito do assunto: “Tenho 65 anos [agora], não 15, isso é diferente. Estou olhando de uma perspectiva diferente“, contextualizou.

“Alguns dos problemas subjacentes obviamente ainda são os mesmos. As plataformas que os jovens ou as pessoas têm agora, para expressar suas opiniões, obviamente, existem […] e há muito mais oportunidades”, disse ele, enfatizando que o problema agora é de conhecimento amplo.

“De certa forma, parte do sonho de Martin Luther King se tornou realidade. Ele falou de negros e brancos andando de mãos dadas. Bem, esse é realmente o caso. Eles estão andando pelas ruas aos milhares, dezenas de milhares, se não centenas. Eles ainda não estão vendo ‘finalmente livre, livre finalmente, graças a Deus todo-poderoso, estou livre, enfim’ porque não estão. Mas eles estão juntos. Então ele era e é um profeta. Está mudando, estamos mudando no meio. Para onde vai, vamos ver”, comentou, fazendo referência à letra da música Free At Last, de Al Green.

A conversa de meia-hora com o pastor AR Bernard da Christian Cultural Center no Brooklyn, Nova York (NY), passou por diversos pontos da jornada de fé do ator, como as três ocasiões em que aceitou a Jesus e a experiência que vivenciou em uma dessas.

“Eu estava cheio do Espírito Santo e isso me assustou. Eu disse: ‘Espere um pouco, não queria ir tão fundo, quero festejar‘”, contou o ator, detalhando que o episódio ocorreu nos anos 1980 numa igreja pentecostal.

“Fui à igreja com Robert Townsend e, quando chegou a hora de descer ao altar, eu disse: ‘Você sabe que desta vez, eu só vou descer lá e me entregar e ver o que acontece’. Entrei na sala de oração e baixei a guarda, deixei acontecer e experimentei algo que nunca tinha experimentado na minha vida”, relembrou.

“Lembro de ligar para minha mãe depois e perguntar a ela: ‘Bem, você sabe que eu estava subindo no ar e minhas bochechas estavam cheias’ e ela disse: ‘Oh não, esse é o diabo que você está expurgando’. Foi uma experiência sobrenatural, uma vez nesta vida, que eu não consegui entender completamente na época”, reiterou Denzel Washington.

Esse mesmo relato foi feito pelo ator há oito anos, numa entrevista concedida por ocasião da divulgação do filme Dose Dupla, com outro ator cristão, Mark Wahlberg.

Em 2017 ele voltou ao assunto numa entrevista ao portal The Christian Post e afirmou que estava fazendo “o que Deus me disse para fazer desde o começo”: “Foi profetizado que eu viajaria pelo mundo e pregaria para milhões de pessoas. Foi profetizado quando eu tinha 20 anos. Pensei que era através do meu trabalho e tem sido”.

“Minha mãe me disse quando eu tinha 59 anos: ‘Denzel, você faz muito bem. Você precisa fazer o bem da maneira certa e sabe do que estou falando’. Eu não bebo mais, eu não faço nada disso. Eu sou tudo sobre a mensagem na medida em que a conheço, e não tenho vergonha e medo de compartilhá-la!”, acrescentou à época.

Na live da última semana com o pastor AR Bernard, Denzel Washington explicou que sua experiência com o Espírito Santo o sustentou durante todos os anos de sua fama e sucesso: “Isso me manteve de castigo, apesar de mim; quero dizer, eu aceitei, eu definitivamente experimentei, mas não estava pronto para viver. Não sei quantos anos tinha na época, mas não estava pronto para viver. Tenho certeza de que não sou o único que passou por esse tipo de experiência ”, disse o ator.

“Você tem esse momento, mas isso não significa que o resto da sua vida será do jeito que deveria. Não é como ‘Oh, eu tive esse momento, estou cheio do Espírito Santo e agora tudo será bonito’. Não será perfeito. No dia seguinte, estou pronto para salvar a todos. Estou encarregado de salvar as pessoas”.

O pastor comentou que foi procurado pelo ator num dia em que seu próprio filho, John David Washington, vivenciou uma experiência semelhante com o Espírito Santo: “Ele é um jovem muito talentoso e espiritual“, disse Denzel Washington sobre seu filho mais velho, que seguiu os passos profissionais do pai. “Estamos felizes com o sucesso dele, mas igualmente empolgados com o exemplo que ele está dando para seus irmãos e irmãs, um homem de Deus e seus irmãos sendo um exemplo disso e sem vergonha disso”.

“Eu não dou valor monetário e todas essas coisas. O que aconteceu com um de nossos filhos, oramos, acontece a todos os nossos filhos. Eu tentei de tudo e não vale a pena. […] Depois de tudo dito e feito, eu quero estar nesse número! Eu só quero estar nesse número quando os santos entrarem [na glória]. Quero que mais do que qualquer outra coisa na minha vida estar nesse número”, concluiu o ator.

Por Fábio Chagas – Gospel +

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui