Deputada evangélica que citou Romanos 1 contra homossexualidade tem julgamento agendado

Foto: reprodução/LEHTIKUV

Uma deputada evangélica da Finlândia poderá ser condenada à prisão por basear seu ponto de vista sobre a homossexualidade no que diz a Bíblia Sagrada. O julgamento foi agendado para 24 de janeiro de 2022.

Päivi Räsänen, 61 anos, ex-ministra do Interior do país e atual membro do Parlamento, publicou artigos sobre a visão bíblica a respeito da homossexualidade nos sites da Fundação Luterana da Finlândia e da Missão Evangélica Luterana Finlandesa, este último sendo uma entidade de defesa dos valores conservadores no país.

Nos textos, ela fez menção ao texto da carta de Paulo aos Romanos 1:24-27 para criticar a participação da Igreja Luterana Finlandesa na Parada Gay de 2019. Ela também publicou um livreto cujo título é Homem e Mulher Ele os Criou, em 2004. Em outro momento, mais recente, ela participou de um programa de rádio e falou sobre “o que Jesus pensaria sobre homossexuais”.

Depois de ter usado o Twitter para compartilhar o versículo da carta do apóstolo Paulo aos Romanos, questionando o envolvimento da Igreja Luterana com a militância LGBT, foi denunciada pelo promotor-geral do país em abril deste ano por “provavelmente causar intolerância, desprezo e ódio contra homossexuais”.

Se for condenada, a deputada – que também é médica e mãe de cinco filhos – poderá pegar até dois anos de prisão ou pagar uma multa, de acordo com informações da entidade de defesa da liberdade religiosa ADF International.

Como o caso das redes sociais suscitou polêmica, suas demais afirmações sobre o tema na mídia e também o livreto publicado em 2004 lhe renderam outras duas acusações.

Convicções

Päivi Räsänen se manteve firme em suas convicções de fé após o agendamento do julgamento: “Aguardo os procedimentos do tribunal com a mente calma, confiante que a Finlândia vai respeitar a liberdade de expressão e religião consagradas nos direitos fundamentais e convenções internacionais”, disse a deputada.

“Não vou recuar de minha convicção baseada na Bíblia e estou preparada para defender a liberdade de expressão e de religião em todos os tribunais necessários. Não posso aceitar que dar voz a crenças religiosas possa acarretar prisão. Defenderei meu direito de confessar minha fé, de modo que ninguém mais seja privado de seu direito de liberdade de religião e de manifestação”, acrescentou.

A Finlândia tem 5,5 milhões de habitantes, e cerca de dois terços dessa população é ligada à Igreja Evangélica Luterana da Finlândia, uma das igrejas nacionais ao lado da Igreja Ortodoxa Finlandesa.

Päivi, que é uma política influente no país, é membro da Igreja Luterana, mas criticou o apoio da denominação à Parada Gay em 2019: “O propósito do meu tweet não era, de modo algum, insultar minorias sexuais. Minha crítica era dirigida à liderança da Igreja”, defendeu-se, segundo informações do portal ACI Digital.

POR ISSO DEUS OS ENTREGOU À IMPUREZA SEXUAL, SEGUNDO OS DESEJOS PECAMINOSOS DOS SEUS CORAÇÕES, PARA A DEGRADAÇÃO DOS SEUS CORPOS ENTRE SI.
TROCARAM A VERDADE DE DEUS PELA MENTIRA, E ADORARAM E SERVIRAM A COISAS E SERES CRIADOS, EM LUGAR DO CRIADOR, QUE É BENDITO PARA SEMPRE. AMÉM.
POR CAUSA DISSO DEUS OS ENTREGOU A PAIXÕES VERGONHOSAS. ATÉ SUAS MULHERES TROCARAM SUAS RELAÇÕES SEXUAIS NATURAIS POR OUTRAS, CONTRÁRIAS À NATUREZA.
DA MESMA FORMA, OS HOMENS TAMBÉM ABANDONARAM AS RELAÇÕES NATURAIS COM AS MULHERES E SE INFLAMARAM DE PAIXÃO UNS PELOS OUTROS. COMEÇARAM A COMETER ATOS INDECENTES, HOMENS COM HOMENS, E RECEBERAM EM SI MESMOS O CASTIGO MERECIDO PELA SUA PERVERSÃO.

ROMANOS 1:24-27

por Tiago Chagas / Gospel +