Últimas Notícias sobre liberdade religiosa

Foto: Reprodução

Um capelão da Força Aérea dos Estados Unidos foi demitido após pregar sobre a visão bíblica a respeito da homossexualidade a recrutas.. A mensagem incluía princípios das Escrituras sobre a imoralidade sexual.

STF decidirá sobre liberdade religiosa (Foto: Gervásio Baptista/SCO STF/Divulgação)

A liberdade religiosa voltará à agenda do STF (Supremo Tribunal Federal) no dia 14 de outubro. São dois casos inseridos na pauta pelo novo presidente da corte, Luiz Fux, e ambos decidem se o Estado deve oferecer uma alternativa a quem, por causa de sua fé, não pode exercer atividades aos sábados.

Foto: Reprodução

O movimento chamado “lulopetismo”, cunhado para se referir aos seguidores do ex-presidente Lula e seu partido, começa a assumir contornos do comunismo contemporâneo que governa a China atualmente. Em uma carta, a legenda fala que a montagem de núcleos evangélicos nos estados tem como objetivo ajudar esse segmento a “ler e interpretar” a Bíblia Sagrada.

Roar Fløttum ficou assustado, mas não se deixou intimidar pelos atos de violência a que foi submetido por quatro jovens muçulmanos. Foto: Privada

A ideia de liberdade religiosa é algo frágil, e os casos de perseguição, agressão e morte de cristãos ao redor do mundo evidenciam isso nos países de maioria muçulmana, e também nas nações regidas pelo comunismo. No entanto, nem no Ocidente há mais a solidez dessa garantia: um pregador de rua na Noruega foi sequestrado e espancado por muçulmanos.

Cristãos indianos mantêm cartazes protestando contra ataques a igrejas na capital indiana, quando se reúnem do lado de fora da Igreja do Sagrado Coração, em Nova Delhi, na Índia. (Foto: A Associated Press)

Os cristãos convivem com a perseguição religiosa desde o primeiro século da era cristã. Entretanto, com o surgimento da civilização moderna, esperava-se que tal realidade deixasse de existir e todos os povos pudessem viver harmoniosamente exercendo o direito à liberdade religiosa – doce ilusão!

Foto: AFP

Por 8 a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira, 13, enquadrar a homofobia e a transfobia como racismo. Dessa forma, os ministros do Supremo entenderam que a legislação sobre racismo, em vigor desde 1989 no País, também deve ser aplicada para quem praticar condutas discriminatórias homofóbicas e transfóbicas, sejam elas disparadas contra a homossexuais, transexuais ou contra heterossexuais que eventualmente sejam identificados pelo agressor como LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais).

Para você

cine-itaguari

Um Sonho Possível

cine-itaguari

As Sufragistas

cine-itaguari

Estrelas Além do Tempo

cine-itaguari

Mulheres do Século 20

cine-itaguari

Tom & Jerry: O Filme

cine-itaguari

Monster Hunter

Close