Desenrola: criminosos impulsionam anúncios nas redes e aplicam golpes

Na maioria dos casos, são utilizadas imagens do Governo Federal, da Serasa e também de instituições financeiras para enganar os usuários

Após o início do Desenrola Brasil, criminosos já estão promovendo golpes, por meio de links nas redes sociais, para conseguir roubar os dados ou o dinheiro das pessoas.

Com o objetivo de fazer o máximo de vítimas possíveis, os golpistas ainda estão pagando para aumentar o alcance de várias dessas postagens, em conteúdo patrocinado.

Na maioria dos casos, são utilizadas imagens do Governo Federal, da Serasa e também de instituições financeiras para simular uma legitimidade e enganar os usuários.

Ao clicar no link, os criminosos pedem diversos dados pessoais, como CPF, informações dos cartões, endereço ou até mesmo pedem o pagamento de taxas com a promessa de limpar o nome.

Por exemplo, segundo a checagem da Agência Lupa, um link está circulando nas redes sociais desde segunda-feira, 17, instruindo pessoas a acessarem um site falso, que supostamente seria da Serasa.

Quando o usuário clica em um dos links, é direcionado para uma página que tem o título de “Serasa Desenrola Brasil”. São solicitadas informações como CPF e nome completo e, para quitar as dívidas, é necessário registrar um cartão.

A partir disso, os golpistas podem usar seus dados para fazer compras não permitidas no cartão e as dívidas não são quitadas.

google news