Dólar supera R$ 4,55 e bate novo recorde histórico nesta quarta

-
Foto : Marcelo Casal / Agencia Brasil

O dólar renovou seu recorde hoje (4), superando R$ 4,55, conforme operadores que avaliaram os efeitos no câmbio após um eventual novo corte de juros pelo Banco Central (BC) neste mês.

Depois do corte surpresa de juros pelo Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) ontem (3), operadores elevaram apostas em nova redução de juros também no Brasil. 

Na noite da véspera, o Banco Central divulgou nota na qual disse que monitora atentamente os impactos do coronavírus nas condições financeiras e na economia brasileira e que as próximas duas semanas vão permitir uma avaliação mais precisa desses efeitos sobre a trajetória da inflação.

“(O Banco Central) sinalizou que a desaceleração global garantirá a continuidade do ciclo de corte de juros”, disse em nota. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC se reunirá em 17 e 18 de março para deliberar sobre a taxa de juros, que está em patamar mínimo recorde de 4,25% ao ano. (Metro1)