Edcarlos comenta afastamento e revela dívida do Vitória

-
Foto: divulgação/Maurícia da Matta/Vitória

Após fortes declarações do presidente Paulo Carneiro, o zagueiro Edcarlos rompeu o silêncio falou, em entrevista concedida à Itapoan FM, de Salvador, sobre o afastamento no Vitória. Segundo o experiente defensor, ele foi pego de surpresa com o comunicado e justificativa dada pelo cartola na última terça-feira (6).

“Recebi, com certeza, com surpresa, porque era uma coisa que eu não esperava [a decisão do afastamento do elenco]. Quando a gente vem em uma situação difícil, que não está conseguindo desempenhar o seu papel, fica naquela: toda vez que tem mudança de treinador ou de presidente, a gente sabe que pode haver mudanças. Isso é normal no futebol. Mas, honestamente, eu não esperava algo assim. Como tenho certa experiência no futebol, senti aquilo no início, mas depois procurei assimilar da melhor maneira possível. Porque você também não pode deixar isso te afetar, afetar sua cabeça. A minha experiência me ajudou a ficar tranquilo. Discordo da parte em que ele cita a parte técnica. Eu tenho minha autocrítica, sei quando jogo mal, quando jogo bem. Acredito que a parte técnica não seria o problema principal neste momento”, disse.

Apesar de ser informado pela diretoria que o contrato seria encerrado, o zagueiro ainda resolveu como ocorrerá o rompimento. No entanto, ele relevou que não recebe salários há cinco meses.

“Tem alguns meses de salários atrasados, hoje tenho cinco meses de salários atrasados. E a gente precisa definir isso juntos. E ficamos de ter mais uma conversa relacionada a essa parte financeira”, disse.

Natural de Salvador, Edcarlos foi contratado no início da temporada e disputou 14 partidas. Com a camisa rubro-negra, ele marcou quatro gols. (Varela Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui