Eduardo Bolsonaro afasta aliança de João Roma com ACM Neto: ‘está inclinado a Lula’

Imagem: Instagram

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho “03” do presidente da República, rechaçou nesta segunda-feira (18) a possibilidade de uma aliança entre João Roma (Republicanos) e ACM Neto (União Brasil).

Antigos aliados, rompidos desde a nomeação do parlamentar a ministro da Cidadania, ocorrida a contragosto do padrinho político, os dois são pré-candidatos ao governo da Bahia.

Questionado por jornalistas sobre a vice na chapa de Roma, durante agenda em Salvador, Eduardo disse não saber a resposta. “Tem que perguntar pra ele (João Roma). Eu só sei que não há aceno para o ACM Neto. Foram três anos aí que ele caminhou no sentido oposto ao presidente Bolsonaro”, respondeu.

“Eu queria deixar bem claro aqui, conhecendo o João Roma: podem desligar essa imagem que algumas pessoas ainda têm de associação dele com Neto. Neto é uma pessoa que tá muito mais inclinada a apoiar o Lula, essa composição que inclusive envolve [o ex-ministro] Geddel [Vieira Lima], que foi preso com uma mala de 50 milhões”, prosseguiu o deputado.

Eduardo Bolsonaro recebe na tarde de hoje o título de cidadão soteropolitano, concedido pela Câmara Municipal de Salvador (CMS). A iniciativa parte do vereador aliado Alexandre Aleluia (PL).