Últimas Notícias sobre ACM Neto

Foto: Ascom

O candidato a governador ACM Neto (União Brasil) disse neste domingo (7) que sua principal característica é a disposição para trabalhar, algo indispensável para resolver os problemas que a Bahia encara atualmente e que não se vê nos seus concorrentes. Ao lado de Ana Coelho (Republicanos), candidata a vice-governadora, e Cacá Leão (PP), candidato ao Senado, ele participou de ato político na cidade de São Miguel das Matas.

O União Brasil oficializou em convenção na manhã desta sexta-feira (5) o nome de ACM Neto para disputar o Governo da Bahia nas eleições de outubro deste ano. O ex-prefeito de Salvador por oito anos terá ao seu lado como candidata a vice-governadora Ana Coelho, empresária filiada ao Republicanos. O deputado federal Cacá Leão, do Progressistas (PP), também foi oficializado como candidato ao Senado pela chapa e a empresária Ana Coelho (Republicanos) como vice.

Foto: Divulgação

Após a confirmação da empresária Ana Coelho (Republicanos) como vice na chapa de ACM Neto (reveja aqui), o pré-candidato ao governo do União Brasil afirmou, nesta quinta-feira (4), que votará em Marcelo Nilo (Republicanos) para deputado federal e elogiou o ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (UNIÃO).

Foto: Montagem bahia.ba/Ascom

A disputa eleitoral para o Governo da Bahia ficou mais acirrada. Se o pleito fosse hoje, o novo governador seria escolhido em um segundo turno. É o que mostram os resultados da nova rodada da pesquisa A TARDE/AtlasIntel. Os candidatos ACM Neto (União Brasil) e Jerônimo Rodrigues (PT) estão tecnicamente empatados, o primeiro com 38,8% das intenções de voto, e o segundo com 37,8%. Em seguida aparecem o candidato do PL, João Roma, que soma 13,2%, Kléber Rosa (PSOL), com 1,4%, e Giovani Damico com 0,1% dos votos. Somados, votos brancos e nulos e a categoria dos que não souberam em quem votar atingem 8,6% dos entrevistados.

Foto: assessoria

O PDT da Bahia formalizou na noite desta terça-feira (02), em convenção, o apoio à candidatura de ACM Neto (União) ao governo do estado. O partido também oficializou o apoio ao nome para vice escolhido pelo ex-prefeito de Salvador.

Jerônimo Rodrigues / Foto: Divulgação

O PT travou as negociações com o União Brasil, que pediu a retirada da candidatura de Jerônimo Rodrigues ao governo da Bahia e a declaração de apoio a ACM Neto, em troca de Luciano Bivar (União Brasil) desistir da disputa pela Presidência da República. A informação é do colunista Guilherme Amado, do site “Metrópoles”.

O candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), disse que o ex-prefeito de Salvador e pré-candidato do União Brasil ao governo, ACM Neto, “deixou de ser prefeito, mas a prefeitura não saiu dele” e que, por conta disso, o atual prefeito da capital, Bruno Reis, tem sido submisso à figura do ex-gestor.

Foto: Alan Santos/PR/Divulgação

O ex-prefeito de Salvador e pré-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (União), confessou a pessoas próximas que deve votar em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em eventual segundo turno na corrida presidencial. As informações foram publicadas no Jornal da Metrópole.

O Prefeito de Santo Antônio de Jesus, Genival Deolino participou, nos dias 14 e 15, da comitiva do pré-candidato ao governo da Bahai, ACM Neto, que visitou as cidades de Cruz das Almas e Dom Macedo Costa. Estiveram presentes também no evento o candidato ao senado, Cacá Leão e o Prefeito de Salvador, Bruno Reis.

Colocar um ponto final na dinastia do PT baiano. Esse é o objetivo do pré-candidato governador da Bahia, ACM Neto (União Brasil), em sua primeira tentativa de assumir o Palácio de Ondina. A missão é difícil: o PT baiano só não ganhou uma eleição desde o início do século. Desde então, foram duas gestões de Jaques Wagner e mais duas de Rui Costa.

Close