Em jogo de pouca criatividade, Bahia perde para o Internacional em Pituaçu

O Bahia conheceu na noite deste domingo (13) a sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro. Dentro de Pituaçu, o Tricolor foi superado pelo Internacional por 1 a 0 em jogo válido pela terceira rodada. A única bola na rede foi anotada por Edenílson, em um pênalti que gerou muito questionamento, mas sequer foi analisado pelo árbitro de vídeo.

O JOGO

Edenílson coloca o Inter na frente

Com a exceção da chance de Thaciano, que tentou uma finalização de primeira aos três minutos, o jogo pouco teve chances na parte inicial. O momento mais intenso da primeira etapa veio aos 28. No lance, Edenílson recebeu bola em profundidade, passou por Matheus Teixeira e caiu após se chocar com o goleiro. Sem consulta ao vídeo, o árbitro marcou pênalti. Edenílson cobrou bem e abriu o marcador.

Pouco antes do final do primeiro tempo, o Tricolor quase empatou com Gilberto, que recebeu de cara com o goleiro e fianlizou para grande defesa do goleiro Daniel.

Segundo tempo

O primeiro a criar uma frande oportunidade foi o Internacional. Aos 14, Heitor recebeu dentro da área, finalizou cruzado a a bola passou ao lado. Com 21, mais Inter. Dessa vez, Edenílson aproveitou sobra confundiade pela defesa do Bahia e mandou por cima. Um minuto depois, Taison ficou de cara, mas mandou por cima.

Na sequência, Yuri recebeu com liberdade no lado direito, mas ele adiantou demais e facilitou o recolhimento do goleiro Matheus Teixeira.

Pouco criativo, o Bahia só voltou assustar aos 48, quase no fim da partida. Renan Guedes chutou de longe e obrigou o goleiro Daniel a fazer uma grande defesa.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Internacional
Campeonato Brasileiro – 3ª rodada
Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 13/06/2021 (domingo)
Horário: 20h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Daniel do Espirito Santo Parro (ambos do RJ)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)

Gol: Edenílson (Inter)

Cartões amarelos: Matheus Teixeira, Matheus Bahia Renan Guedes, Thonny Anderson (Bahia) / Yuri Alberto, Taison, Léo Borges, Taison (Internacional)

Bahia: Matheus Teixeira; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick (Galdezani), Thaciano (Thonny Anderson) e Daniel; Rossi, (Maycon Douglas) Rodriguinho (Ruiz) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Internacional: Daniel; Heitor (Caio Vidal), Lucas Ribeiro, Cuesta e Léo Borges; Johnny, Edenilson, Patrick e Taison (Maurício); Yuri Alberto (Rodrigo Lindoso) e Thiago Galhardo (Zé Gabriel). Técnico : Osmar Loss.