Estojos de lápis da rede municipal de educação são jogados no lixo irregularmente em Feira

0
132
-
Divulgação/ APLB

Sacos de lixo com diversos estojos de lápis foram encontrados na noite desta terça-feira (10) em uma escola municipal de Feira de Santana, segundo denúncia feita pela APLB local. De acordo com a diretora do sindicato, Marlede Oliveira, moradores afirmam que, desde o último sábado, material escolar em bom estado vem sendo jogado fora. 

O caso aconteceu na Escola Municipal Monteiro Lobato, no bairro Capuchinhos. Ao site Acorda Cidade, Marlede disse que os objetos não chegaram ser distribuídos aos alunos e relatou ter recolhido mais de 500 estojos. 

“Todo ano o governo municipal repassa o kit de material escolar, só que neste ano muitas escolas não tiveram acesso ao material escolar, inclusive esse material. Eu me dirigi à escola e guardei mais de 500 pochetes de lápis, e dizem que desde sábado há descarte. Me dirigir à diretora da escola, que não soube explicar o motivo. […] Material novíssimo jogado na esquina do colégio”, reclamou. 

O secretário municipal de Educação, Marcelo Neves, afirmou, em áudio enviado ao BNews pela assessoria de comunicação da pasta, que uma sindicância será aberta para investigar as circunstâncias do descarte. Para o titular da Seduc, a situação é “grave”.

“Temos que saber o que aconteceu. A princípio, é muito difícil sem ouvir a diretora, o pessoal do colégio fazer afirmações sobre o que aconteceu. Aparentemente, é material que poderia ter sido utilizado, o que é uma situação grave. As escolas têm autonomia administrativa e ela, com certeza, deve dar explicações à Secretaria de Educação para que a gente possa tomar as devidas providências”, declarou. 

Em nota, a secretaria disse que uma comissão esteve na escola nesta manhã para levantar as primeiras informações. “Estiveram presentes a chefe de Gabinete, Paula Soto; a diretora do Departamento de Ensino, Jozelia Araujo; e o professor Marcos da Silva da Rosa. A sindicância levantará informações sobre o descarte dos estojos de lápis vazios que teriam sido descartados nas imediações da escola”, explicou o posicionamento oficial. (BNews)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui