Familiares de Kathlen Romeu são ouvidos na delegacia

Foto: reprodução

Os familiares da jovem Kathlen Romeu, de 24 anos, estão sendo ouvidos na delegacia de Homícidios da Capital, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, nesta sexta-feira (11). Ontem, mais quatro policiais militares envolvidos no confronto que terminou com a morte da vítima prestaram depoimento. O relato da avó, mãe, pai e namorado da designer de interiores é esperado.

Segundo informações da Polícia Civil, Sayonara de Fatima, avó de Kathlen, foi chamada ontem, mas o delegado responsável pelo caso pediu à família que falasse apenas quando estivesse pronta. Sayonara estava junto com a neta quando ela foi atingida com um tiro de fuzil no tórax, na região conhecida como Beco 14, no Complexo do Lins, zona norte da cidade.

O crime aconteceu na última terça-feira (8), durante um tiroteio entre policiais militares e criminosos. Em depoimento, um dos agentes disse ter disparado cinco vezes, mas que não viu a vítima durante o confronto.

Kathlen Romeu estava grávida de 14 semanas e havia se mudado da comunidade há 1 mês, por medo da violência.

Ainda faltam três agentes da UPP do Lins serem ouvidos, mas as 21 armas, entre elas 12 fuzis e 9 pistolas, já estão sendo periciadas. A Polícia Civil afirma que o PMs recolheram as munições do local e, por isso, modificaram a cena do crime. (Fonte: R7)