Holanda domina a Itália, vence e vai às semifinais da Copa

-
Foto: Bernadett Szabo/Reuters

A Holanda fez um jogo seguro, dominou as italianas durante a maior parte do jogo e venceu em uma tarde de forte calor em Valenciennes, pelas quartas de final da Copa do Mundo Feminina de Futebol. O caminho do gol passou pelos pés de Spitse. Em duas cobranças de falta, a meio-campista holandesa colocou a bola na cabeça de suas companheiras para garantir a vitória. Fazendo uma ótima Copa, a Holanda chegou à sua quinta vitória em cinco jogos.

O jogo

A Holanda partiu para cima da Itália desde o primeiro minuto de jogo. Com velocidade e muita verticalidade, as holandesas dominaram as ações nos primeiros 15 minutos de partida.

Mas a primeira grande chance foi da Itália. Aos 17 minutos, Bergamaschi recebeu passe por cobertura cara a cara com a goleira Van Neenendaal, mas, desequilibrada, não conseguiu finalizar com precisão e jogou a bola nas mãos da goleira holandesa. Dois minutos depois, Bergamaschi perdeu outra boa chance. Ela recebeu dentro da área e infiltrou na defesa com dribles curtos e rápidos mas, na hora de finalizar, chutou fraco.

Os dois lances em sequência deixaram a partida mais parelha. Além disso, o forte calor que fazia em Valenciennes diminuiu o ritmo, antes intenso, do jogo. Aos 35 minutos, outra boa chance da Itália. Giacinti recebeu dentro da área e bateu cruzado. A bola passou perto do gol, saindo pela linha de fundo.

O segundo tempo começou com a Holanda voltando a pressionar a Itália. Aos cinco minutos, Groenen invadiu a área adversária driblando com categoria mas, na hora do chute, cara a cara com a goleira Giuliani, a holandesa foi travada pela defesa. No minuto seguinte, Lunteren cruzou a meia altura para Miedema, na pequena área, mas a atacante furou.

Aos 12 minutos, o gol quase saiu. Após cobrança de escanteio, Van De Donk pegou o rebote na entrada da área e bateu colocado. A bola bateu na trave e voltou para a área. Na sobra, a cabeçada do ataque holandês foi para fora.

O gol holandês parecia mais maduro. Aos 18, Spitse cobrou falta frontal, soltando uma bomba que passou perto do gol, à direita de Giuliani. E aos 24 minutos o que parecia inevitável aconteceu. Spitse cobrou falta pelo lado esquerdo de ataque e Miedema cabeceou para o fundo da rede, encobrindo Giuliani.

Pouco depois, a mesma jogada levou a Holanda ao segundo gol. Spitse, desta vez cobrando falta pelo lado direito, encontrou Van Der Gragt. A zagueira holandesa cabeceou firme para o gol ampliando o placar.

A Itália tentou responder aos 37 minutos. Sabatino recebeu dentro da área e chutou na saída da goleira, mas Van Neenendaal conseguiu fazer a defesa. O jogo ficou mais aberto, com a Itália saindo mais para o ataque e, consequentemente, dando mais espaços para as holandesas. Não havia, no entanto, tempo para uma reação. A Itália esbarrava na forte defesa adversária e não ameaçou mais até o apito final. (bahia.ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui