Homem é preso e adolescente apreendido por caso de homofobia em Salvador

-
Rauan teve todos os ossos do rosto fraturados | Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um homem foi preso e um adolescente apreendido em Salvador, no bairro do Uruguai, suspeitos de agredir com facadas e pedradas o cabeleireiro Rauan Moreira, de 29 anos. A vítima foi brutalmente agredida na madrugada de terça-feira (20) . De acordo com a Polícia Civil, a dupla apreendida neste sábado (24) confessou a participação no crime, investigado como latrocínio. 

Os suspeitos foram localizados por meio de uma denúncia anônima, na Rua Ceará-Mirim, conjunto Santa Luzia. Na ação, foram apreendidos uma moto e material de salão de beleza.

De acordo com o G1, o homem e todo material apreendido foram levados para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV). Já o adolescente foi apreendido e apresentado na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

O crime ocorreu na madrugada de terça-feira (20), na casa onde Rauan mora sozinho, no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador. Ele teve todos os ossos do rosto quebrados e o boletim médico apontou sequelas em uma parte importante do cérebro. O estado da vítima é grave.


Rauan já foi modelo fotográfico, pousou em revistas e participou de comerciais. Com outros trabalgos como cabeleireiro e maquiador, a vítima ficou desempregada durante a pandemia da Covid-19 e estava decidido a ir morar em Portugal.

Os preparativos para a viagem foram interrompidos pelo crime brutal. Os dois suspeitos de cometerem o crime roubaram um celular, uma quantia em dinheiro e a moto da vítima. O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Bonfim. (Bahia Notícias)