Incomodado com fase do Bahia, Élber crê em jogo difícil contra CSA: ‘Equipe aguerrida’

0
70
-Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Sem vencer há nove jogos no Brasileirão, o Bahia acabou caindo para a parte de baixo da tabela, e ficou ainda mais distante da luta por uma vaga na próxima Libertadores. A má fase deixou o torcedor inconformado, mas de acordo com Élber, os jogadores também estão chateados pelo atual momento do Esquadrão de Aço no certame nacional. 

“Coisa que está incomodando a gente, pela qualidade que nosso time tem. A gente poderia estar brigando mais em cima na tabela. Ficamos um pouco mais distantes. Nossa equipe é bem madura para assimilar as coisas que estão dando errado. Corrigir e tentar melhorar. Vamos em busca desse resultado em Maceió. Vai ser um jogo difícil, como falei. Mas acho que, pelo que a gente já mostrou no campeonato, temos totais condições de deixar o Bahia, no mínimo, entre os dez primeiros no campeonato”, afirmou Élber em entrevista coletiva. 

Para quebrar a sequência ruim na competição, o Bahia terá o CSA pela frente. Os times se enfrentam neste domingo (1º), às 18h, no Rei Pelé. O time alagoano vem de vitória fora de casa contra o Cruzeiro, o que deu fôlego à equipe na luta para fugir do rebaixamento do Brasileirão. O camisa 7 do Tricolor de Aço elogiou o adversário, mas afirmou que o Esquadrão vai à Alagoas para conquistar os três pontos. 

“Todos davam o CSA como rebaixado. O mérito que eles tiveram lá, foram em Belo Horizonte e conseguiram vencer. Ganharam uma sobrevida no campeonato. É uma equipe bastante aguerrida, bastante forte em casa. Vamos lá com o intuito de sair com os três pontos”, salientou. 

Apesar do ótimo resultado, o CSA perdeu seu treinador para um rival direto na luta contra o rebaixamento. Argel Fucks aceitou a proposta do Ceará e deixou o time alagoano. Restando três rodadas, Élber não acha que essa troca irá beneficiar o Bahia. 

“Faltam só três rodadas para o fim do campeonato. Acho que, nesse momento que o CSA trocou de treinador, o próximo que vier ou o auxiliar deles não terá muito tempo para treinar, um jogo em cima do outro, vai continuar o mesmo estilo do Argel. Quem for assumir o lugar dele não vai mudar muita coisa”, explicou.

O Bahia ocupa a 11ª colocação, com 45 pontos conquistados. O CSA é o 18º, com 32. (Bahia Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui