Jacuipense vence o Barcelona de Ilhéus e vai disputar sua primeira final do Baianão

Foto: Lucas Pena / EC Jacuipense

Pela primeira vez na sua história, o Jacuipense está na final do Campeonato Baiano. Após empate sem gols no primeiro encontro, o Leão Grená venceu o Barcelona de Ilhéus por 1 a 0, na Arena Valfredão, na noite desta quarta-feira (30), pelo jogo de volta da semifinal. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Welder.

Classificado, o Jacuipense vai decidir o título estadual contra o Atlético de Alagoinhas, que eliminou o Bahia de Feira também nesta quarta, no Carneirão. A final será disputada em jogos de ida e volta, sendo o segundo com mando de campo do Leão Grená, dono da melhor campanha até o momento. A Federação Bahiana de Futebol (FBF) ainda vai divulgar as datas das partidas.

O JOGO

O jogo começou com o Jacuipense, dono da casa, partindo para o ataque. Já o visitante Barcelona de Ilhéus marcava forte o adversário sem dar espaço evitando levar perigo para sua meta.

Aos 15 minutos, Marcelo Pano desceu pela direita, foi à linha de fundo e cruzou para área. Livre de marcação, Luís Felipe tocou de cabeça, mas mandou para fora. A Onça Pintada levou perigo mais uma vez aos 20. Após cobrança de escanteio, a defesa do Leão Grená, Danilo Rios tentou o domínio, mas acabou perdendo a bola para João Grilo, que bateu rasteiro para a defesa de Mota.

O Jacuipense respondeu aos 23. Cruzamento vindo da esquerda, Ruan Levine ajeitou para a batida de Danilo Rios. Mas o camisa 10 pegou mal e mandou a bola por cima, bem longe do gol de Lupitinha.

Aos 27 minutos, o técnico Paulo Sales foi obrigado a fazer a primeira alteração no Barcelona de Ilhéus. Ramirez saiu machucado e Capone entrou no seu lugar.

Welder abre o placar para o Jacupa
O Jacupa abriu o placar aos 29 minutos com Welder. O Barcelona de Ilhéus saiu errado e tocou no pé de Kaefer no meio-campo. O volante tocou para o camisa 9, que carregou a bola e soltou uma bomba do meio da rua no canto direito de Lupitinha. Jacuipense 1×0 Barcelona de Ilhéus

Aos 34 minutos, Evandro experimentou de longe. Ele recebeu na intermediária e arriscou, mas mandou para fora.

Aos 44, a Onça Pintada tentou chegar pela esquerda. Na troca de passes, Gianlucas disparou e fez o cruzamento, mas a defesa do Leão Grená afastou o perigo.

Segundo tempo

O Jacuipense voltou do vestiário com a mesma equipe da etapa inicial. Já o Barcelona de Ilhéus, retornou com uma modificação. Almir entrou no lugar de Luís Felipe.

Com dois minutos de bola rolando, o Leão Grená assustou a Onça Pintada. Danilo Rios descolou ótimo passe para Robinho, que chegou invadindo a área e finalizado, para a defesa de Lupitinha que mandou para escanteio. Na cobrança de Danilo Rios, Wesley estava livre de marcação dentro da pequena área, mas cabeceou para fora.

Aos 17, Welder lançou Kaefer. O volante invadiu a área e finalizou para fora, perto da trave de Lupitinha.

O Jacupa carimbou o travessão aos 37 minutos com Jeferson. Railan fez boa jogada pela direita e tocou para o camisa 19 que chutou e a bola bateu na trave superior antes de sair.

FICHA TÉCNICA
Jacuipense 1×0 Barcelona
Campeonato Baiano – semifinais (jogo de volta)

Local: Arena Valfredão, em Riachão do Jacuípe (BA)
Data: 30/03/2022 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Marielson Alves da Silva (BA)
Assistentes: Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA) e Daniella Coutinho Pinto (BA)

Cartões amarelos: Flávio (Jacuipense ) / Kel Baiano (Barcelona de Ilhéus)

Gol: Welder (Jacuipense)

Jacuipense: Mota; Railan (Edy), Wesley, Cabral e Evandro; Kaefer (Fábio Bahia), Flávio (Eudair), Danilo Rios (Newton) e Ruan Levine (Jeferson); Robinho e Welder. Técnico: Rodrigo Chagas.

Barcelona de Ilhéus: Lupitinha; Luciano Buiu (Arisson), Max Marabá, Caíque e Arnold; João Grilo, Ramirez (Capone), Luís Felipe (Almir) e Gianlucas (Felipinho); Marcelo Pano (Cleitinho) e Kel Baiano. Técnico: Paulo Sales.