Jequié: Quatro são identificados por envolvimento em morte de detento

-
Foto: Divulgação / Seap

Quatro homens foram identificados em suspeita pela morte de um detento no Conjunto Penal de Jequié, no sudoeste. Segundo a polícia, a suspeita é que Fábio Pereira de Andrade, que era homossexual, tenha sido morto “por questão de gênero”. Ainda segundo a polícia, via G1, Fábio, que era conhecido como Fabíola, morreu após tentou defender outro interno que estava sendo torturado pelos suspeitos, apontados como líderes de uma facção criminosa com atuação em Jequié.

Após a morte de Fábio, a corporação tomou conhecimento que os autores do crime, além de terem cometido o homicídio, teriam torturado outro interno por dois dias. A vítima foi mantida dentro da cela do pátio, sem poder sair para qualquer atividade externa. Diante do fato, a polícia entrou em contato com o Diretor do conjunto penal e pediu que retirasse o interno, para que também não fosse morto. O home foi levado à delegacia e em depoimento identificou os suspeitos de matar Fábio.

Ele ainda disse que a vítima foi atingida por chutes, socos e golpes de faca improvisada. Após o depoimento, a polícia pediu que os acusados fossem transferidos ao Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) no presídio de Serrinha, na região sisaleira. A investigação ainda aguarda laudo de necropsia e lesões do DPT para concluir o inquérito, o que deve resultar no indiciamento dos autores do crime. (Bahia Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui