Lauro: MP-BA apura irregularidades em prevenção a incêndios em prédios municipais

Foto: Divulgação / CVLF

A 7ª Promotoria de Justiça de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), resolveu converter em processo administrativo supostas irregularidades na prevenção a incêndios em prédios da administração municipal. Em portaria da mesma promotora, Ivana Silva Moreira, o Ministério Público do Estado recomendou à prefeitura local a adoção de medidas de segurança e prevenção de incêndio nos referidos locais.

O edil afirmou que diversos prédios da administração municipal não dispõem de extintores dentro do prazo de validade, além de os locais estarem desprovidos dos chamados AVCB [Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros]. A falta dos itens, segundo o edil, poderia ser percebido em unidades de saúde, escolas, ginásios, secretarias municipais, além do edifício onde funciona a Câmara Municipal, o que aumentaria o risco à segurança de pessoas que trabalham e circulam nestes locais. Tanto a adoção do processo administrativo como a recomendação foram publicados nesta quarta-feira (3). (BN)