Manual: como começar a andar de skate?

Foto: Gabrieli Marigo/Superinteressante

Pé esquerdo na frente é regular; pé direito, goofy. Não tem a ver com ser destro ou canhoto, necessariamente – nós acabamos preferindo o lado para o qual é mais confortável olhar. No começo, treine o equilíbrio com a prancha (shape) parada numa superfície que gera atrito, como a grama.

Proteja-se:

Capacete, cotoveleiras e joelheiras são bem-vindos (em rampas, skatistas usam a proteção do joelho para deslizar no caso de quedas). Menos comum, mas igualmente importante, é o wrist guard, que protege os pulsos: antes de aprendermos a cair, nosso instinto é tentar evitar o chão com as mãos.

Terra plana

Pratique no reto antes de partir para rampas, e domine os fundamentos. Para acelerar, o pé de trás precisa “remar” próximo da prancha – ou lá se vai seu centro de equilíbrio. Freie com o pé de trás, colocando-o aos poucos em atrito com o chão. Pressione os pés na direção em que quiser fazer curvas.

Para cada ocasião

Cada modalidade requer um skate específico. No street, as manobras da Rayssa Leal pedem skates mais leves; no park, em que é preciso desenvolver velocidade nas rampas, eles são mais pesados. Se o seu negócio é apenas se locomover, o longboard tem uma prancha maior e rodas macias, o que facilita o equilíbrio.

Para saber mais

Liberte seu Chorão 

-Calças jeans, mais grossas, funcionam como uma camada extra de proteção para a perna, mas dá para usar qualquer roupa confortável, desde que não impeça a elevação do joelho.

-O truck é a peça que une as rodas à prancha (shape) do skate. Quanto mais apertado, mais estabilidade para andar – mas fica difícil fazer curvas e manobras. Afrouxe aos poucos, conforme pegar o jeito…

-As peças se desgastam. Troque o shape quando as tábuas de madeira estiverem fazendo um barulho abafado ao bater no chão. Rodinhas riscadas demais também não são recomendáveis.

-As peças se desgastam. Troque o shape quando as tábuas de madeira estiverem fazendo um barulho abafado ao bater no chão. Rodinhas riscadas demais também não são recomendáveis.

–Aprendeu o básico? Parta para algumas manobras, como o boneless, em que você usa uma mão e o pé da frente para sair do chão, e o ollie, no qual o skate dá um pulinho junto com você.

Fonte: Bruno Filgueiras, professor de skate no Rajas Skatepark; canal SKTBR, no Youtube.