Mesmo sendo oposição, Pedro não nega a possibilidade de se filiar a um partido ligado ao prefeito de S. A. de Jesus: “Sou independente”

Foto: Reprodução/ Pedro de Teca (PSD)

O vereador de Santo Antônio de Jesus, Pedro Lopes Ribeiro, o Pedro de Teca (PSD), comentou em entrevista ao repórter Reginaldo Silva sobre sua possível mudança de partido após dizer ser oposição ao governo municipal, levando em consideração a aproximação para o pleito eleitoral de 2020.

CONVITE DE HUMBERTO LEITE:

É importante lembrar que o ex-prefeito do município, Humberto Soares Leite (DEM) afirmou que convidaria o parlamentar para sua legenda (clique e veja), sobre isso, Pedro afirmou que não houve encontro com o ex-gestor, “ *não tive reunião alguma com Humberto Leite, ele é um grande amigo. Fui eleito no PSD e fui bem recebido, tive um tratamento sem nenhuma indiferença tento em vista que eu era do grupo Beija-Flor.  É um partido muito importante, tem um grande representante que é Otto Alencar. O deputado Dal é o norte político que eu tenho em Santo Antônio de Jesus”, afirmou.

CONTRADIÇÃO:

O vereador ainda comentou sobre outros convites realizados por seus colegas e líderes políticos e ainda entrou em contradição quando disse que esteve com o ex-prefeito, “agradeço a Humberto Leite pelo convite, *eu estive com ele na sexta-feira (12) a noite, mas ele não me estendeu o convite. Além disso, estou sendo convidado por Manoel Missionário para ingressar ao PT (Partido dos Trabalhadores).

OUTROS CONVITES:

Delcio Mascarenhas do PP, o presidente da Câmara Antônio Nogueira – o Tom – insiste que eu vá para o PSB, mas estou aguardando porque só posso tomar essa decisão ano que vem. Vou sentar com Humberto Leite, com o vereador Francisco Damasceno, o Chico de Dega (DEM) e o deputado Adalberto Rosa -o Dal – para decidir qual melhor partido que eu possa ingressar”, declarou.

ESTAR OPOSIÇÃO MAIS NO MESMO PARTIDO DO PREFEITO:

Após ser questionado a Pedro de Teca, dele estar na oposição e ter a possibilidade de se filiar a partidos que pertencem a base política de Rogério Andrade, o edil afirmou que é considerado independente, “quando eu decidi sair do grupo do prefeito, eu não apoiei Dal de imediato e agora estou observando em que partido eu vou. Se eu estiver na legenda do prefeito, eu não sou obrigado a subir no palanque dele, posso fazer uma campanha no chão. Mas como eu estou na oposição é mais provável que eu vá para um partido da oposição”, expôs.

DESEJO DE ASSUMIR O PP:

Levando em consideração sua possível ida para o PP, Teca assegurou que tem interesse em ser presidente do partido em Santo Antônio de Jesus, “tenho desejo de ser presidente do PP, tive uma conversa com Cacá Leão em Brasília e ele demonstrou bastante interesse para que eu vá para o PP, entretanto, ele tem uma afinidade muito grande com Delcio Mascarenhas e agora com Dal. Cabe ao Cacá e João Leão, Delcio e Dal ver a forma de como eu devo chegar ao PP, não estou querendo impor nada, mas se eu pudesse o assumir em Santo Antônio de Jesus seria bom para mim, para o deputado Dal”, declarou.

SER CANDIDATO A PREFEITO:

Pedro afirmou também sobre o desejo de ser candidato a prefeito do município, mas caso não seja escolhido pelo seu grupo, continuará tentando a reeleição para vereador, “estou trabalhando todos os dias para pôr meu nome na majoritária, Santo Antônio de Jesus tem que testar uma coisa diferente, principalmente elegendo um filho da terra. Eu não escondo esse desejo, estou trabalhando por isso. Se não der meu nome na majoritária, vou disputar minha reeleição para vereador para ajudar o povo”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia