Ainda sobre sua provável pré-candidatura a prefeito de SAJ, Leite garante: “estou 100% preparado; as últimas eleições foi uma fatalidade”

0
347
-
Ex-prefeito de Santo Antônio de Jesus, Humberto Leite (DEM)/Foto: Reprodução

O ex-prefeito de Santo Antônio de Jesus, Humberto Soares Leite (DEM), foi entrevistado pelo repórter Reginaldo Silva sobre uma perspectiva para política de 2020, o qual o mesmo já dispôs seu nome para ser pré-candidato a prefeito no município. Nesta segunda parte de entrevista ele avaliou a atual gestão; deu sua opinião sobre o aumento do número de vereadores e de seu provável vice. (para ver a 1ª parte de sua entrevista, clique aqui)

Dois pré-candidatos a prefeito no Beija-Flor, é possível?

Outros nomes do grupo Beija-Flor também estão de olho na disputa a prefeito do município em 2020, como é o caso dos vereadores da oposição: Francisco Damasceno, popular Chico de Dega (DEM) e Pedro Lopes Ribeiro, conhecido Pedro de Teca (PSD). Diante das circunstancias, Humberto foi perguntado se uma dupla candidatura para prefeito do município pelo Beija-Flor o atrapalha, o ex-gestor deixou claro que de maneira nenhuma, “já tivemos até 5 candidatos, acredito que em 2020 vai ter 3 ou 4 candidatos também. Eu tenho consciência de que não sou bom em debates, mas creio que com mais dois fica melhor para o povo”, declarou. Levando em consideração a candidatura de reeleição do atual prefeito, Rogério Andrade (PSD), Humberto Leite afirma que duas candidaturas separadas do grupo Beija-Flor não o fará perder votos, “se houver outra candidatura, esse candidato vai tomar votos meus, mas também tomará votos de Rogério Andrade. Não é nada assustador, nós pertencemos a um grupo político forte em Santo Antônio de Jesus, vamos empurrar candidatos e desta vez vamos embalados, junto com muita gente que está descontente. A certeza disso é o povo nas ruas que dizem para mim: ‘Humberto, se arrependimento matasse, metade da cidade estava morta’, falam com saudades da nossa administração”, afirmou.

Avaliar a atual gestão:

Humberto desconversou e não quis julgar a administração do prefeito Rogério Andrade, “eu não estou gostando muito, mas gostaria de me ater sobre esse assunto. Temos que deixar o povo avaliar, pois só eles sabem o que sofrem no dia-a-dia”, analisou.

Sobre Pedro de Teca:

O vereador Pedro de Teca rompeu laços com o atual gestão, mas ainda carrega a sigla do PSD (Partido Social Democrático), Leite garantiu que convidará o edil para se afiliar ao DEM, “devo fazer o convite amanhã, talvez. Pedro de Teca é um amigo, conheço seu pai a muitos anos. Eu vi Pedro desde pequeno, ele andou desviado recentemente, mas acredito que a partir de amanhã possamos ajustar o pensamento dele e traze-lo para nosso lado”, confessou.

Aumento do número de vereadores:

O aumento de número de vereadores em Santo Antônio de Jesus, que pode passar de 14 para 17 edis, o ex-prefeito apontou que apoia o aumento, “eu queria que fosse de 14 para 15, é um bom número, já trabalhei com essa quantidade de vereadores antes, foi bom”, ponderou.

E as eleições de 2020?

Leite comentou o quanto está preparado para as eleições de 2020, “estou 100% preparado. Eu perdi as últimas eleições e foi uma fatalidade que não foi explicada. Eu sei de tudo o que aconteceu e vou esperar para conversar diretamente com o povo para aquilo não se repetir”, expôs.

João Gabriel seu vice?

Há conversas entre os políticos que afirmam que João Gabriel será o pré-candidato a vice-prefeito junto com Humberto Leite. Sobre o assunto, o ex-gestor contou que nada foi decidido, “tudo é possível, inclusive João de vice, mas não estou escolhendo chapa agora, se não meu WhatsApp vai enlouquecer”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui