‘Não chegaria onde cheguei sem amar ao Senhor Deus’, diz Will Smith

Foto: reprodução/YouTube

Will Smith está promovendo seu novo filme e, durante uma das entrevistas sobre o longa King Richard: Criando Campeãs, falou que sem a fé em Deus não teria alcançado uma carreira profissional tão bem sucedida como a que construiu.

O filme King Richard: Criando Campeãs conta a história de Richard Williams, pai das famosas tenistas Serena Williams e Venus Williams, que colecionam dezenas de títulos e múltiplas medalhas de ouro em Olimpíadas.

Na entrevista concedida a DeVon Franklin, pregador e produtor responsável pelo filme Superação – O Milagre da Fé, Will Smith disse que se vê como um “homem de fé”, assim como o personagem que ele interpreta no filme biográfico.

“Você não pode chegar onde eu cheguei se você não ama o Senhor, você não pode se portar como eu me porto, se mover como eu me movo, se você não amar o Senhor. Você veria muitas outras repercussões”, respondeu Smith.

O protagonista da icônica série Um Maluco no Pedaço disse que se conecta com a fé da família Williams por causa de sua avó, que frequentava a Igreja Batista da Ressurreição na Filadélfia.

“Você e eu conversamos sobre meu relacionamento com minha avó”, relembrou Smith, expondo sua amizade com DeVon Franklin. “Então, esse conceito de fé e esse poder da fé, posso estar indo um pouco fundo aqui, mas há uma distinção. Existe fé em Deus e existe conhecimento de Deus”, acrescentou.

Will Smith aproveitou a oportunidade para aprofundar seu raciocínio: “Portanto, há revelação. Algumas pessoas tiveram revelação. Então, quando você tem que ter fé, fé é antes de você ter revelação”.

O ator também elogiou a mãe das tenistas, Oracene Price, por sua postura de perseverança: “Você tem que ter fé. Isso é o que dona Oracene [tinha]. Ela é tão sólida que está completa, íntegra e totalmente certa. Ela não tem dúvidas”.

“Ela disse: ‘Se duvidar, isso significa que você não confia em Deus’. Ela disse: ‘Nunca houve um momento de dúvida. Quando começamos como uma família, sabíamos que faríamos o que foi ordenado’”, citou Will Smith, resgatando declarações da mãe das tenistas.

Em seguida, resumiu: “Era essa família em torno dessa crença, e eles confiaram em Deus. E eles acreditaram que sua devoção seria recompensada e eles nunca vacilaram”.

Em 2015, quando lançou o filme Um Homem Entre Gigantes, Will Smith concedeu uma entrevista falando sobre a influência de sua avó em sua formação: “Minha avó era realmente minha conexão com Deus”.

“Ela era minha professora espiritual, era aquela avó da igreja, aquela que fazia as crianças fazerem as apresentações de Páscoa e as peças de Natal e seus filhos e netos tinham que ser os primeiros. Ela era a pessoa espiritualmente mais certa que já conheci em toda a minha vida. Até o ponto em que, quando estava morrendo, ela estava feliz, como se realmente estivesse animada para ir para o céu”, testemunhou na ocasião.

por Tiago Chagas / Gospel +