Prefeitura intensifica fiscalização nas praias de Salvador para inibir presença de surfistas

Foto: Bruno Concha/ Secom PMS

A Prefeitura de Salvador intensificou a vigilância nas praias da capital baiana com objetivo de inibir a presença de cidadãos tanto na faixa de areia, quanto no mar, durante o período de isolamento social. A ênfase é na fiscalização dos surfistas.

A fiscalização será feita pela Guarda Civil Municipal (GCM) com a coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar). 

A operação conta com abordagens aos surfistas no mar. O procedimento é efetuado por meio dos salva-vidas com uso de botes, pranchas e motos aquáticas. Os profissionais orientam praticantes e banhistas sobre a necessidade de deixar o local para a preservação da saúde coletiva.

Na última quarta-feira (6), a desembargadora Telma Britto, da Seção Cível de Direito Público do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), negou um pedido liminar de um surfista para poder surfar nas praias de Salvador entre 5h50 e 8h da manhã, horário em que a orla marítima está vazia. (BN)