Presidente do Vitória, Paulo Carneiro tem fotos íntimas vazadas na internet

-
Foto: Arisson Marinho/ CORREIO

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, teve fotos íntimas vazadas na noite deste sábado (18). As imagens circularam por grupos de WhatsApp e viraram assunto nas redes sociais.

Nas imagens, o presidente do Leão é fotografado sem perceber, enquanto dormia e em um segundo momento, onde aparece de costas mexendo em uma das bancadas no quarto. Não há informações de quem vazou as imagens.

Embora alguns torcedores tenham feito piada com a situação e repassado as imagens, o assunto é sério. Compartilhar fotos íntimas é crime e está previsto no Código Penal, podendo ser considerado como injúria e difamação.

Compartilhar fotos íntimas é crime previsto na lei 13.718/2018 . “Art. 218-C. Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”, diz trecho da lei. A pena varia de 1 a 5 anos. (Correio24h)