Repórter afirma ter provas de que Felipe Heiderich violentou filho de Bianca Toledo

-
Foto: Reprodução / Redes Sociais

O polêmico caso da cantora Bianca Toledo que acusa o Pastor Felipe Heiderich, seu ex-marido, de ter estuprado JV, filho do primeiro casamento da escritora, ganhou mais um capítulo neste fim de semana.

Tudo começou em uma entrevista do Pastor Felipe para o canal da apresentadora Antonia Fontenelli, onde ele fala abertamente sobre o caso.

Na quinta-feira, dia 20, surgiu a matéria do jornalista Oswaldo Eustáquio em seu canal no Youtube, onde o pastor é acusado pelo apresentador de realizar um “esquema de abuso sexual”. A parte 1 do vídeo busca afirmar que o pastor tentou suicídio e que teria mentido sobre ter câmeras em casa. Ao final mostra a gravação de uma conversa de Bianca Toledo e seu filho com uma terceira pessoa, onde a criança fala sobre os supostos abusos.

A resposta de Felipe foi imediata, e em uma entrevista ao site Pleno, rebateu as acusações e se mostrou tranquilo, afirmando que o vídeo da criança foi supostamente feito com uma amiga da cantora e sob orientação da mesma. Ele também revelou que as imagens não foram usadas por Bianca Toledo como prova no tribunal pois obrigariam a criança a passar por exame de corpo de delito, o que segundo ele comprovaria que o suposto estupro não teria acontecido. Além disso afirmou que irá agir para que o garoto volte para a guarda do pai, o primeiro marido de Bianca.

Em seguida foi Antonia Fontenelle, através de sua conta no Instagram, respondeu afirmando que Bianca Toledo e seu atual marido haviam pedido a retirada do vídeo do ar. A apresentadora convidou a cantora a mostrar as provas e aparecer em seu canal, e aproveitou para criticar a exposição da criança.

“VOU FALAR AGORA COMO MÃE. EU, ANTONIA, PESSOA FÍSICA, NA MINHA CONCEPÇÃO É INADMISSÍVEL, INCONCEBÍVEL E CRIMINOSA A EXPOSIÇÃO DE UMA CRIANÇA. EXISTE VÁRIAS FORMAS DE SE DEFENDER UM FILHO. E A EXPOSIÇÃO EU NÃO USARIA COMO POSSIBILIDADE. ESSA CRIANÇA VAI CRESCER E VAI SABER QUE SE TRATAVA DELE. A SENHORA ESTANDO CERTA OU NÃO, REPENSE SUA FORMA DE DEFENDER SEU FILHO, PASTORA. COMO MÃE EU LHE PEÇO. FOI MUITO AGRESSIVO PRA MIM E APOSTO QUE PARA VÁRIAS MÃES QUE ASSISTIRAM UM VÍDEO EM QUE UMA CRIANÇA FALA ‘COLOCARAM QUATRO DEDOS AQUI, MAMÃE’. NÃO FAÇA ISSO. EU ACHO QUE UMA CRIANÇA DE 5 ANOS QUE RECEBEU UMA AGRESSÃO DE UMA DIMENSÃO DESSA NÃO TEM COMO NÃO PARAR NO HOSPITAL EM ESTADO GRAVE. ISSO ACONTECEU? EU NÃO VI NOS LAUDOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO” – ANTONIA FONTENELLE

Por fim Bianca Toledo utilizou seu perfil no Facebook para, entre outras coisas, afirmar que fez “a apelação para que seja julgado novamente, visto que tratam-se de fatos terríveis e inaceitáveis, os quais foram todos comprovados nos autos do processo.⁣” A cantora também acusou Felipe de “procurar espaço em programas de youtube para tentar criar uma defesa com a única e exclusiva estratégia de assassinato de reputação. Sem absolutamente nenhuma prova do que diz”, segundo ela.

Por volta de 15:30 desta segunda, 24, o segundo vídeo de Oswaldo Eustáquio foi ao ar onde ele afirmar ter laudos médicos que atestariam que Felipe possui “bipolaridade e transtorno de preferência sexual na modalidade pedolifia”. É também mostrado o relato, com algumas falas censuradas, de três mulheres que teriam sido babás da criança e afirmam que Felipe o tratava mal.

As imagens mostram uma matéria no jornal Agora Paraná, escrita pelo próprio Oswaldo Eustáquio, que cita a clínica particular Jorge Jaber como fonte dos laudos. Foi neste estabelecimento que Felipe afirma ter sido internado compulsoriamente pela cantora.

Como o vídeo é recente, a qualquer momento o Pastor deve responder a essas novas acusações.

Gospel + / Renato Cavallera

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui