Salvador: Prefeitura identifica 18 casos de trabalho infantil na Festa de Iemanjá

-
Foto : Paula Fróes/GOVBA

Dezoito casos de trabalho infantil foram identificados pela equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), ontem (2), durante a Festa de Iemanjá. No total, foram realizados 43 cadastros.

De acordo com a prefeitura de Salvador, as famílias foram sensibilizadas para que a criança ou adolescente retornasse ao lar. Na ação, também foi colocado como opção o acolhimento da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres e Juventude (SPMJ), que funcionou no Rio Vermelho. Nos casos de recusas e em que seja configurado o trabalho infantil, o Conselho Tutelar e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) são acionados para que realizem busca ativa das famílias.

Do total de 43 cadastros realizados, foram 25 adolescentes e 18 crianças. Dezoito eram do sexo masculino e 25 do feminino, o que resultou em 24 encaminhamentos para o CREAS e 19 para o CRAS. (Metro1)