Salvador tem cerca de três celulares roubados ou furtados por hora, diz SSP-BA

Três celulares são roubados ou furtado por dia, em média, na capital baiana — Foto: Reprodução / TV Bahia

De acordo com um levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-Ba), nesta sexta-feira (22), Salvador tem uma média de 68 celulares roubados ou furtados por dia. Número que equivale a três aparelhos por hora.

Ainda segundo a SSP, no período de janeiro até outubro de 2020, foram 20.641 ocorrências registradas. São mais de 2 mil celulares roubados por mês, na capital baiana.

Nas ruas, quase todo mundo tem situações de roubo para contar. A atendente de telemarketing Dulcimária Almeida conta que foi assaltada e além da perda material, teve que lidar com a violência dos bandidos.

“Ele [o assaltante] me deu ‘voz de assalto’ me ameaçando com uma faca, no bairro da Calçada. A minha sorte foi que no momento do assalta chegaram outras pessoas, que começaram a grita por socorro, porque ele ia me esfaquear”, relata.
Há ainda casos de furtos em ônibus. Um caso registrado no bairro do Politeama mostra quando um homem puxa por fora do coletivo o aparelho de um passageiro que estava dentro do veículo.

A polícia ressalta que em caso de furto e roubo de celulares é muito importante que as vítimas registrem queixa nas delegacias mais próximas. Se a situação acontecer dentro de um ônibus, os passageiros devem procurar Grupo Especial de Repressão a Roubos de Coletivos (Gerc), localizado no bairro da Cidade Baixa.