São Miguel das Matas: Moradora denuncia alta em preços de alimentos no município

-
Imagem Ilustrativa

O temor causado pelo coronavírus no mundo inteiro faz os preços de itens de alimentos e proteção subirem. No município de São Miguel das Matas a situação não é diferente.

Uma moradora que não quis se identificar, entrou em contato com o Voz da Bahia, para relatar os preços abusivos por parte dos comerciantes em produtos alimentícios nos Supermercados do município.

Segundo ela, 1kg de feijão que custava em média 5 reais, passou a custar R$ 10, nesse período de quarentena. Citando também o arroz entre outros que estão caros.

A denunciante pede que os órgão competentes tomem alguma providência, tendo em vista que na cidade não tem o Procon. ” Como vamos nos alimentar, em um tempo que tudo está muito difícil. As pessoas aproveitam da crise para explorar”, desabafou a moradora.

Encontrou preços abusivos? Saiba o que fazer:

O que diz a lei

O Procon-BA explica que a prática abusiva da elevação de preços de produtos e serviços sem justa causa é prevista no Código de Proteção e Defesa do Consumidor (Seção IV, das Práticas Abusivas, art. 39 Inciso X).

As denúncias ao órgão podem ser encaminhadas através do Aplicativo PROCON BA MOBILE  ou por E-mail: [email protected]

Redação Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui