Sobre o nome de Careca ter sido escolhido em meio a ‘cachaçada’ como apontou Humberto; Chico rebate: “expressão desesperada e desequilibrada”

0
270
-
Vereador de oposição de Santo Antônio de Jesus, Francisco Damasceno, o Chico de Dega / Foto: Voz da Bahia

O vereador Francisco de Assis Lima Damasceno, conhecido Chico de Dega (DEM), umas das fortes lideranças do grupo Beija-Flor, esclareceu alguns fatos em relação às polêmicas envolvendo o seu grupo na política em Santo Antônio de Jesus. 

SOBRE “CACHAÇADA”:

- Anúncio -

Recentemente o ex-prefeito Humberto Soares Leite (DEM), em uma entrevista ao Voz da Bahia afirmou que o nome do então pré-candidato à prefeitura do município Luiz Cláudio, o Careca, foi escolhido em meio a “cachaçada” (relembre aqui), contudo, Chico nega tal afirmação a Andaiá FM, “o meu irmão Luiz de Dega estava na ilha fazendo aniversário e como tinha outras pessoas do grupo, então em conversações, o pessoal disse que o grupo não pode ficar apostando só em um nome; vamos colocar no tabuleiro diversos nomes e naquele momento uma das grandes parcelas do grupo falou muito do nome do ex-vereador Careca, mas não houve “cachaçada”, não houve reunião, porque simplesmente nós estávamos lá às 8 horas da manhã em uma mesa com café, aipim e carne de sol. No dia não tinha nem se quer bebida. Foi uma expressão desesperada e desequilibrada”, contou o vereador.

“TRAIDOR”:

Ainda entrevista Dega declara que perdoa o ex-prefeito pela expressão, “ele não disse diretamente que Chico de Dega é traidor, mas as minhas prerrogativas, o que eu posso acrescentar é que ele construiu uma história comigo de amizade, de fidelidade. A porta da minha casa estará sempre aberta para recebê-lo”, esclareceu.

O RETORNO DE PEDRO DE TECA:

Sobre a saída do vereador Pedro Lopes Ribeiro, o Pedro de Teca (PSD) da oposição, Chico afirma que quem irá julgá-lo é a população, “não tenho nada de mandar no mandato do vereador Pedro. Ele tem atribuição dele, assim como eu tenho a minha. O meu mandato eu sei onde está. Ele chegou até a mim e afirmou que iria tomar uma decisão política. Eu apenas disse que amizade continua, eu continuo onde eu estou, onde o povo me colocou e o senhor faça do seu mandato o que bem entender; quem vai julga-lo é o povo e o povo saber julgar”, relevou.

COMISSÃO DE SAÚDE:

Chico aproveitou a oportunidade e lamentou a saída do vereador Dr. Francisco Freire da Comissão de Saúde de Santo Antônio de Jesus e declara que o mesmo não fez uma boa escolha, “Dr Francisco não tomou a decisão correta. Ele teve uma insatisfação com a administração pública, por quê duas vezes a Câmara viajou juntamente com o prefeito, foram aos Ministérios buscar recursos para Santa Casa de Misericórdia de Santo Antônio e o Dr Francisco por ser ‘médico filho do hospital maternidade Luiz Argolo’, ele em momento nenhum foi comunicado ou convidado a participar dessa caminhada até Brasília; se sentido então ofendido ele fez a renúncia, ele tem que entender que ele foi esquecido pelo prefeito e não pela comissão”, garantiu. Para concluir, o vereador Chico afirma que não cabe a ele escolher ser ou não o novo presidente dessa comissão mas está disponível para exercer o cargo.

Redação: Voz da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui