Últimas Notícias sobre bares e restaurantes

Foto: Divulgação

Os setor de bares e restaurantes foi, certamente, um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Com as medidas restritivas impostas por estados e municípios para tentar frear a propagação da covid-19, as empresas do setor vêm amargando perdas gigantescas. Pior: com dívidas astronômicas, muitas fecharam as portas e demitiram em massa. Para tentar reparar pelo menos parte desse prejuízo, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) acaba de ingressar com ações civis públicas exigindo a reparação financeira e a “indenização pelos prejuízos provocados pela edição dos decretos que ensejaram a paralisação, suspensão e/ou restrição de atividades dos bares e restaurantes”.

Foto: divulgação

Após a ampliação do toque de recolher em Salvador ser autorizada pelo governo da Bahia, a prefeitura da capital baiana alterou o horário de funcionamento de bares e restaurantes. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Município (DOM), na quarta-feira (5).

Foto : Divulgação/Sedur

Uma pesquisa realizada este mês pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes Seção Bahia (Abrasel-BA) aponta que, por causa do lockdown, 69% dos estabelecimentos do segmento podem fechar de vez ou já foram à falência. A informação é do jornal Correio.

Comerciantes protestaram no Centro da cidade. Foto: Giro em Ipiaú

Proprietários de bares, restaurantes e afins, juntamente com colaboradores, protestam na manhã desta quinta-feira (11), contra as restrições determinadas pelo Governo do Estado e apoiadas pela Prefeitura de Ipiaú, no combate ao avanço da covid-19.

Foto: Tiago Caldas / Correio

Um grupo de trabalho elaborou um documento com uma série de propostas para apresentar ao poder público para diminuir os riscos de fechamento de bares, restaurantes, barracas e lanchonetes por causa da ampliação das medidas restritivas adotadas para combater a disseminação do novo coronavírus. A equipe é composta pela diretoria da Associação Brasileira de Bares … continue

Foto: Reprodução/Agência Brasil

A Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) não vai emitir nenhum alvará sonoro enquanto durar o toque de recolher decretado pelo governo do estado. O retorno dos shows voz e violão nos bares e restaurantes fez parte da flexibilização de um grupo de atividades anunciada pelo então prefeito ACM Neto.

Foto: Reprodução / Feirenses

A prefeitura de Feira de Santana publicou um novo decreto nesta quinta-feira (24), obrigando bares, lanchonetes, lojas de conveniência e restaurantes a encerrarem seus expedientes às 21h. Segundo o texto normativo, a medida visa o enfrentamento da pandemia da Covid-19, que já matou 340 feirenses desde o primeiro registro do vírus na cidade, no dia 6 de março.

Foto : Divulgação

O prefeito ACM Neto anunciou hoje (4) que bares e restaurantes vão poder utilizar o sistema self service, em que cada cliente serve seu próprio prato. Estabelecimentos, no entanto, serão obrigados a fornecer um par de luvas descartáveis a cada usuário do serviço.

Foto: Agência Brasil

Levantamento elaborado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostra que 6,7% dos donos de bares e restaurantes decidiram encerrar o negócio permanentemente por causa da crise causada pela pandemia da covid-19. A pesquisa, divulgada na última sexta-feira (28), foi feita pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e pelo Sebrae.

Foto : Divulgação

O prefeito de Salvador, ACM Neto, disse hoje (5), que a cidade já tem três dos cinco dias com taxa de ocupação de leitos de UTI com 70% ou menos necessários para a reabertura de bares e restaurantes, além de academias e salões de beleza na segunda fase da retomada econômica.

Close