Transeuntes ignoram quarentena e vão às ruas de Laje, S. A. de Jesus e Mutuípe

-
Centro de Santo Antônio de Jesus

Na semana em que se completa um mês do anúncio do primeiro caso, em território nacional, de covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, o Brasil segue em alerta para diminuir a propagação do vírus que, até o momento, já matou milhares de pessoas no país.

Diante da emergência sanitária mundial, as autoridades brasileiras têm estabelecido diversas regras e normas para funcionamento de serviços de saúde e serviços não essenciais decretando a quarentena com o fechamento do comércio em diversas cidades.

Na noite desta segunda-feira (30), um internauta enviou fotos ao Voz da Bahia, onde aparece transeuntes nos Centros de algumas cidades andando normalmente pelas ruas.

Em umas das imagens é possível ver no município de Laje, o comércio funcionando e aglomeração de pessoas realizando seus afazeres rotineiros.

Centro de Laje

Na cidade de Santo Antônio de Jesus não foi diferente, tendo em vista que o decreto baixado pelo prefeito Rogério Andrade (ver aqui), que autoriza só o funcionamento de mercados, supermercados, hipermercados, açougues, peixarias, lojas de hortifrutigranjeiros, mercados de alimentos, inclusive animal, revendedores de gás, e de água mineral, farmácias, restaurantes às margens das rodovias que atendem aos caminhoneiros, lojas de produtos de higiene pessoal, instituições bancárias, correspondentes bancários e casas lotéricas adotando as seguintes medidas como condição para funcionamento: permitir o acesso de apenas uma pessoa por família, restringir o acesso de idosos e crianças nos locas citados acima.

No Centro do município de Mutuípe, as pessoas também não levaram a sério o isolamento social e muitos foram as ruas.

Centro de Mutuípe

Vale ressaltar que não há registros de casos confirmados do covid-19, coronavírus em nenhum desses municípios que aparecem nas fotos.

O Brasil registra 159 mortes e 4.579 casos do novo coronavírus, aponta Ministério da Saúde nesta segunda-feira (30).(ver aqui)

Reportagem: Voz da Bahia