Verstappen animado GP do Brasil. Corrida é marcada por colisão entre Ferraris

0
70
-
Largada do GP do Brasil de F1 (Foto: Pirelli)

Que espetáculo foi o desfecho do GP do Brasil de F1. Max Verstappen deu um show e acertou as contas com Interlagos na tarde deste domingo (17) com uma grande exibição para garnatir a terceira vitória da Red Bull na temporada 2019. A dobradinha taurina parecia certa, mas Alexander Albon, na penúltima volta, se chocou contra Lewis Hamilton. Os dois rodaram, com o anglo-tailandês levando a pior. No fim das contas, quem tirou muito proveito para alcançar o melhor resultado da carreira foi Pierre Gasly, que conquistou seu melhor resultado da carreira ao segurar Hamilton até a bandeirada final para terminar em segundo lugar.

A corrida foi marcada por mais uma batalha entre Charles Leclerc e Sebastian Vettel. Os dois chegaram a disputar posição após a saída do primeiro safety-car e se tocaram, com os dois pilotos abandonando, para desespero de Mattia Binotto. Assim, Gasly, com uma prova bastante consistente, assegurou o segundo pódio da Toro Rosso do ano, o primeiro da sua carreira. Hamilton fechou o top-3 em Interlagos.

O inacreditável GP do Brasil teve Carlos Sainz, que largou da última colocação, terminando em quarto, também seu melhor resultado na F1, enquanto Kimi Räikkönen fechou o top-5 com a Alfa Romeo. Antonio Giovinazzi, com o segundo carro ítalo-suíço, foi o sexto, seguido por Daniel Ricciardo, da Renault. Lando Norris conseguiu colocar a segunda McLaren na oitava colocação, enquanto Sergio Pérez, da Racing Point, e Daniil Kvyat, companheiro de Gasly na Toro Rosso, fecharam o top-10.

Albon, que tão perto chegou do seu primeiro pódio na F1, teve de se contentar com o 14º lugar após o incidente com Hamilton no fim da prova. (Grande Prêmio)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui