Após decreto, comerciantes reclamam de estacionamento exclusivo para ônibus, “como faremos a descarga de mercadorias?”

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

A prefeitura de Santo Antônio de Jesus, através de Diário Oficial, publicou que algumas ruas da Feira Livre da cidade ficará proibido o estacionamento de caminhões e carros de passeio, sendo permitido apenas ônibus rurais. Além disto, o descumprimento da publicação será punida com notificação, multa e até apreensão das mercadorias e veículos. Ação entra em vigor no dia 25 de janeiro.

Na manhã desta quarta-feira (20), os comerciantes da localidade reclamaram através do repórter Tino Alves, que terão que esperar até o horário estipulado no diário para iniciar a descarga de mercadorias para seus comércios, “eu abro meu comércio das 07h às 17h, agora eu tenho que esperar até às 15h para poder descarregar mercadorias? Quem é que vai pagar a hora extra dos meus funcionários?”, falou um dos comerciantes.

No local, o representante da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Santo Antônio de Jesus, Raimundo Nonato, isolou a área anunciada pelo diário ainda na manhã desta quarta (20), afirmando que outros veículos estavam estacionando no local, e que o objetivo é tornar o trânsito da cidade mais fluido. “tem uma placa aqui informando que é vaga para ônibus rurais, mas tinha outros carros estacionados. Nós isolamos a área para possibilitar que os ônibus possam estacionar. A secretária conversou com os comerciantes e foi firmado um acordo, onde 98% dessas pessoas permitiram que os ônibus ficassem na porta dos seus comércios. Nós estamos procurando um local adequado para remover os ônibus, mas enquanto isto, não podemos tira-los”, concluiu.

Redação: Voz da Bahia