Após reunião de Rui com reitores, professores mantêm greve nas universidades estaduais: “nos falta até papel”

0
70
-
Foto: Divulgação

Os docentes das universidades estaduais da Bahia decidiram manter a greve mesmo após o governador Rui Costa (PT) anunciar em reunião com reitores, nesta segunda-feira (8), a liberação de R$ 36 milhões para investimento nas instituições de ensino. De acordo com a coordenadora-geral da Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb), Ronalda Barreto, o recurso em questão já estava previsto.

“Nada foi ampliado. Se dividirmos esses R$ 36 milhões para as quatro universidades não dá muita coisa. A gente quer que o governador apresente as contas do estado, até porque nos falta o básico, nos falta até papel. Não temos nem recursos para consertar um ar-condicionado, isso é indignante”, relatou ao BNews.

- Anúncio -

Ainda segundo Ronalda Barreto, as promoções anunciadas pelo governador só beneficiarão os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), única instituição estadual que até então, não decretou greve. “Todas essas coisas só aumentam ainda mais a nossa indignação”, disse.

BNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui