Últimas Notícias sobre professores

Homem acusado de estupro na Bahia é preso em São Paulo — Foto: Haeckel Dias/Polícia Civil

O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou a convocação de 95 professores, 22 coordenadores pedagógicos e 51 policiais civis aprovados em concursos públicos. O anúncio foi feito nesta terça-feira (20) durante o Papo Correria, programa onde o gestor responde perguntas através das rede sociais.

Foto: Reprodução.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) reuniu a categoria em reunião ampliada nesta sexta-feira (16) e deliberou sobre o não retorno das aulas semipresenciais da rede pública de ensino da Bahia, no dia 26 de julho, conforme determinado pelo governador Rui Costa (PT).

Durante a coletiva realizada nesta terça-feira (13), onde a prefeitura municipal, juntamente com as pastas de saúde e educação discutiram o retorno das aulas semipresenciais em Santo Antônio de Jesus; o secretário de saúde Dr. Leonel Cafezeiro, afirmou que os professores estarão imunizados até o mês de setembro.

Foto: Papo Correria/Youtube

O governo da Bahia irá convocar, nesta quarta-feira (16), 306 novos professores e 72 novos coordenadores pedagógicos para o quadro funcional da rede estadual de ensino. A notícia foi divulgada na noite desta terça-feira (15), durante o programa online Papo Correria. O profissionais fora aprovados em concurso realizado no ano de 2017.

Foto: Divulgação / Colégio Antônio Vieira

O Sindicato dos Professores no Estado da Bahia (Sinpro-BA) realiza nesta quarta-feira (9), às 17h30, uma nova assembleia. Além da situação da Covid-19 nas escolas particulares, a reunião pretende debater a data-base da categoria, que está sem receber reajustes desde maio de 2019.

Foto: Marcelo Camargo

O Sindicato dos Professores do Estado da Bahia (Sinpro-Ba) decidiu, em uma assembleia realizada nesta quarta-feira (1º), não decretar greve novamente. É a segunda reunião com a mesma pauta e deliberação. Por outro lado, o posicionamento contra o retorno presencial nas escolas particulares foi mantido. Uma próxima reunião ocorrerá no dia 9 de junho, sem indicativo de greve.

Em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (24), os professores da educação básica na rede particular de ensino da Bahia decidiram manter o indicativo de greve e o não retorno às atividades em modo semipresencial. A decisão foi anunciada nas redes sociais do Sindicato dos Professores no Estado (Sinpro-BA) ainda ontem.

Foto: Marcelo Camargo

Em assembleia realizada na última segunda-feira (24), os professores da rede particular de ensino decidiram por não decretar greve com a justificativa de que as aulas remotas devem continuar sendo realizadas.

Foto: Reprodução.

Em assembleia realizada nesta segunda-feira (17), os professores das escolas particulares votaram pela não deflagração da greve da categoria. Os professores, no entanto, vão realizar nova votação no dia 24 de maio, na qual mais uma vez será votada a possibilidade de paralisação.

Foto: reprodução TV Brasil

Para 83% dos professores de redes municipais de todo país, a adaptação às ferramentas tecnológicas de ensino é considerada boa. A maioria usa grupos de professores nas redes sociais e aplicativos de trocas de mensagens para trocar ideias, experiências e conversar.

Close