Chá, vinho tinto e chocolate amargo podem ajudar a prevenir duas doenças sérias

0
200
-
Imagem: Reprodução

A maioria das pessoas quer fazer o melhor possível para diminuir o risco de desenvolver doenças sérias como câncer e problemas cardíacos, e embora alguns fatores – como a genética –  não possam ser modificados, determinados ajustes de estilo de vida e alimentação podem diminuir suas chances.

De acordo com um novo estudo publicado na revista norte-americana Nature Communications, seguir uma dieta rica em flavonoides pode reduzir o risco de morrer de câncer e doenças cardíacas. O estudo analisou dados da dieta dinamarquesa, coletando os hábitos alimentares de 53.048 dinamarqueses em 23 anos.

- Anúncio -

Pesquisadores descobriram que pessoas que consumiam regularmente quantidades moderadas de alimentos com flavonoides tinham uma relação inversa com a morte por doença cardíaca ou câncer. O que significa que, quanto mais flavonoides se ingere, menor é o risco. 

O estudo também mostrou uma forte ligação entre consumir doses regulares de flavonoides , fumar e beber álcool. As pessoas que estavam em alto risco de desenvolver doenças crônicas devido ao fumo e ao consumo de mais de duas doses alcoólicas por dia pareciam se beneficiar ao máximo com a ingestão de fontes de da substância.

Isso não significa que flavonoides acabem com os efeitos nocivos do consumo excessivo de álcool e do fumo, alertam os pesquisadores. Mas, segundo o estudo, isso pode ajudar a diminuir o risco de desenvolver doenças crônicas a partir desses hábitos.

O que são flavonoides ?

São um grupo de compostos normalmente encontrados em frutas, vegetais, grãos, casca, raízes, caules, flores, chocolate amargo, chá e vinho. Eles são conhecidos por suas propriedades anti-inflamatórias e anticancerígenas, além dos benefícios antioxidantes.

Também são uma subclasse de polifenóis, uma categoria de compostos vegetais que têm sido associados a uma série de vantagens à saúde, como a diminuição do risco de desenvolver doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e certos tipos de câncer.

Esta não é a primeira vez que eles têm sido associados a uma diminuição do risco de câncer e doenças cardíacas. Pesquisas anteriores descobriram que esses alimentos se correlacionam com uma melhor saúde. Uma análise de 12 estudos publicados no periódico americano PLOS One descobriu que o risco de câncer de mama “diminuiu significativamente” em mulheres que consumiram muitos flavonoides em sua dieta.

Outro estudo publicado no Journal of Translational Medicine analisou questionários alimentares e dados de saúde de 1.658 pessoas e constatou que quanto mais flavonoides as pessoas tinham no organismo, menor o risco de desenvolver doenças cardíacas. 

Quais são os melhores alimentos ricos em flavonoides ?

Muitas frutas e verduras são fonte do antioxidante, mas os nutricionistas dizem que esses estão entre os melhores alimentos e bebidas ricos em flavonoides: chá (especialmente chá verde), chocolate amargo (85% de cacau), frutas vermelhas, maçãs, frutas cítricas, aspargos, folhas verdes e vinho tinto.

Quanto consumir

Este estudo particular descobriu que 500 miligramas são uma boa quantidade para ingerir diariamente. Isso significaria tomar uma xícara de chá, comer uma maçã, uma laranja, um pouco mais de meia xícara de mirtilos e cerca de uma xícara de brócolis em um dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui