Denice conquista ‘coração’ do PT e deve se filiar simbolicamente em março por causa da PM

-
Foto: Divulgação / GOVBA

A major Denice Santiago já tem os votos necessários dentro do diretório do PT para ser escolhida como pré-candidata do partido para disputar a eleição municipal em Salvador neste ano. 

O nome de Denice deve ser aclamado no encontro municipal do partido no próximo dia 14 de março, após o governador Rui Costa (PT) mobilizar maior parte das correntes do PT em torno da sua aposta para a briga eleitoral na capital. 

No entanto, a filiação da major ainda é palco de discussões. O PT estuda filiar Denice apenas simbolicamente até o final de março. A ideia é mantê-la na polícia, pelo menos, até o dia 8 de março, data em que a Ronda Maria da Penha completa 5 anos. 

A PM teria planejado uma série de ações ligadas à data comemorativa. Petistas avaliam que Denice deixar deixar a Polícia Militar no período das comemorações da unidade que comanda seria um movimento arriscado, pois, poderia “pegar mal” para ela. Para ser candidata, a major precisa deixar o atual posto até o dia 4 de abril. 

Em conversa com o Bahia Notícias, o presidente municipal do PT em Salvador, Ademário Costa, não confirmou se a major estaria ou não filiada ao   PT até o dia do encontro municipal.

“Independente do que ocorrer, posso garantir que o nosso diretório não fará nada que possa ferir o estatuto do partido”, disse. 

MOBILIZAÇÃO PRÓ-DENICE 

O governador Rui Costa agiu rapidamente para mobilizar o PT em favor da Denice Santiago.
 

Logo após apresentar o nome da major ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o petista correu para aliar os grupos soteropolitanos que estavam mais dispersos diante das outras pré-candidaturas postas. 

A estratégia de Rui foi conquistar o PT para Denice pelo coração. O governador agiu para aglutinar as correntes dentro do PT que ainda não tinham declarado apoio a Fabya Reis, Vilma Reis, Juca Ferreira e Robinson Almeida, ou a outros postulantes à candidatura pelo partido. 

Na avaliação de aliados ouvidos pelo Bahia Notícias, um dos principais erros dos adversários de Denice nesta corrida foi continuar defendendo as eleições prévias e debater com a sociedade a escolha do pré-candidato do PT enquanto o governador ficou com o campo livre para arregimentar o partido Internamente.

FORÇA ATUAL DE DENICE 
No próximo dia 14 de março, cerca de 300 delegados do PT decidirão pela pré-candidatura do partido em Salvador. A força de Denice diante desses representantes foi medida na última semana, quando o grupo eleitoral do PT votou em peso pela não realização de prévias para escolha do pré-candidato. As prévias eram defendidas pelos adversários da major e não representavam a tese desejada pelo governador. 

Ao Bahia Notícias, Rui falou que o clima dentro do PT está tranquilo com a chegada de Denice na disputa e que está conversando com os nomes apresentados para as eleições deste ano. “Conversei com todos os pré-candidatos do PT à prefeitura de Salvador e o clima é de unidade. Falta apenas conversar com Robinson Almeida”, declarou o governador. (Bahia Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui