João Roma defende PEC da Regra de Ouro e Reforma Tributária

0
48
-Foto: Câmara
Foto: Câmara

O deputado federal João Roma (Republicanos) voltou a defender, nesta segunda-feira (18), a PEC da Regra de Ouro e a Reforma Tributária, ambas propostas relatadas por ele na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Em entrevista à rádio A Tarde, ele disse que há um momento favorável para a aprovação das matérias. Ele cita o amadurecimento do povo em relação a estes temas, além do retrato do atual Congresso, renovado em mais de 50% nas últimas eleições.

O parlamentar ressalta o movimento favorável de todos os estados, inclusive de São Paulo, que sempre era contrário a algumas modificações. “O próprio estado de São Paulo, que tem 70 deputados federais, poderia atrapalhar o andamento de uma proposta como essa (Reforma Tributária), mas ele, mesmo perdendo no início, quer mudar o sistema. Isso ocorre porque está comprovado que o sistema atual é inviável”, disse.

“Em 2018 o povo brasileiro deu um recado de que estava sufocado com o peso do estado cada vez mais querendo um quinhão maior. O brasileiro trabalha muito para pagar impostos, e você não vê os serviços do estado pela outra ponta. Chegou a um estágio já de sensibilização em que, por exemplo, a questão da nova CPMF hoje uma proposta que não tem aprovação do congresso”, complementou.

Para ele, até agora, em episódios anteriores dos debates em torno da reforma tributária um novo imposto sempre era criado. “No final não ocorria reforma e o povo ganhava de brinde uma nova contribuição federal, o Cofins, uma CPMF transitória e por aí vai. Isso gerou uma macrocefalia de Brasília, que fica com a maior parte da arrecadação, enquanto estados e municípios, que têm muitas obrigações, ficam com o pires na mão sem ter os meios para fazer os seus serviços”, enfatizou. (Politica Livre)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui