Polícia Civil de MG identifica atleticanos que cometeram injúria racial contra segurança do Mineirão

0
115
-
O ato racista foi visto por milhares de pessoas e pode render puniçoes até para o Atlético-MG- (Reprodução/Twitter)

A Polícia Civil de Minas Gerais informa que já tomou conhecimento dos fatos ocorridos no Estádio Mineirão, ontem. Os autores já foram qualificados e responderão pelo crime de injúria racial, que prevê a pena de 1 a 3 anos de reclusão e multa- postou em nota no Twitter a polícia civil.

O segurança tentava apartar parte da confusão que aconteceu depois do jogo e foi ofendido pelo torcedor. A fala do torcedor foi captada e viralizou. Veja imagens abaixo.

-Olha a sua cor, olha sua cor- disse o exaltado torcedor. O segurança respondeu perguntando se o torcedor era racista.

-Você é racista? Você é racista? -disse o segurança. Veja o vídeo da confusão postado no Twitter do jornalista Lucas Von Dollinger.

A assessoria da Polícia Civil disse que o crime de injúria racial foi praticado por mais de um torcedor e que todos foram identificados. Uma investigação foi aberta e o inquérito vai ser entregue à Justiça. A Polícia Civil já iniciou os contatos com os autores do crime, mas sem que seus nomes sejam revelados.

O segurança Fábio Coutinho prestou depoimento na Polícia Civil e comentou o fato, se dizendo muito chateado com o fato, pois é torcedor do Galo, porém, não esperava aquela situação. Fábio mora em BH há sete ano, vindo do Rio de Janeiro e trabalha há três no Gigante da Pampulha.

Caso os autores da injúria sejam punidos, eles podem pegar até três anos de prisão, como previsto no Código Penal Brasileiro.

(Lance)


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui