“Queremos evitar o fechamento do comércio, mas se necessário vamos precisar fazer”; diz prefeito de S. A. de Jesus Genival Deolino

Foto: Reprodução

O prefeito de Santo Antônio de Jesus, Genival Deolino afirmou na manhã desta segunda-feira (22), no Levante a Voz, que o município seguirá o decreto do governador da Bahia ampliando o Toque de Recolher das 20h às 5h e alertou sobre o funcionamento do comércio. (reveja aqui).

Segundo o gestor, em Santo Antônio de Jesus há cinco leitos no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus (HRSAJ) para atender 13 cidades da região. Genival afirmou ainda que as fiscalizações serão endurecidas durante o dia também, contando com a colaboração do comércio.

“Queremos evitar o fechamento mas, se necessário, vamos precisar fazer. Vamos fiscalizar o comércio para não precisar fazer isso. Peço a todos os comerciantes que se conscientizem para evitarmos o fechamento do comércio que é muito ruim para a economia. Isso pode acontecer se não houver outra opção”, falou.

Além disso a medida, que seria até a próxima quinta-feira (25) deverá ser até domingo (28), com a atualização do decreto. A mudança foi feita em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), publicada nesta segunda-feira (22).

Vale ressaltar que pelo terceiro dia consecutivo, a Bahia registra recorde de internados em leitos de UTI Covid-19. Neste domingo (21), de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), 890 pessoas estão internadas em unidades de terapia intensiva.

O boletim do último domingo apresenta mais 63 mortes em relação ao divulgado no último sábado (20).

Com estes números, o estado chegou a 80% de lotação dos leitos de UTI para tratamento do novo coronavírus. Por isto, o governador Rui Costa (PT)declarou a ampliação no horário do toque de recolher. Agora, em vez das 22h, a medida terá início, a partir desta segunda-feira (22), às 20h, e vai durar até às 5h.

Redação Voz da Bahia