Últimas Notícias sobre falso

Uma idosa de 74 anos perdeu R$ 238,5 mil após ser enganada por um falso Arnold Schwarzenegger, em Caraguatatuba, no litoral de São Paulo.

Veiculada em algumas redes sociais desde a última semana, a notícia que o Governo da Bahia teria reestabelecido a obrigatoriedade do uso de máscaras por conta do aumento no número de casos de Covid-19 é FALSA. O último decreto estadual publicado que tratou sobre uso de máscaras na Bahia é de 29 de março deste ano.

Reprodução/O Globo

Patrícia Mendes Rodrigues Moreira foi presa pela Polícia Civil nesta quinta-feira (02), no Rio de Janeiro, durante a tentativa de sacar um benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) usando documentos falsos.

A polícia deflagrou a segunda fase da Operação Falso Consórcio, na manhã desta terça-feira (23). Mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos em São Paulo, Rio de Janeiro e Tocantins. 

Um casal foi preso por tráfico de drogas na tarde dessa segunda-feira (03) transportando quase 58 Kg de cocaína. A prisão aconteceu em frente a unidade policial da PRF, localizada no Km 429 da BR 116, em Feira de Santana (BA).

Um homem que praticava golpes se passando por juiz em congregações evangélicas foi preso, na quarta-feira (1º), por policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Feira de Santana.

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (14) o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA) em parceria com a Polícia Civil, prenderam em flagrante, Gabriel Guimarães dos Anjos, que exercia a ilegalmente a profissão de cirurgião dentista no município de Luís Eduardo Magalhães, nas Clínicas Sorrir Mais, região oeste.

Funcionários de uma lanchonete desconfiaram de um Pix falso e enviaram pedras no lugar de dois pães de alho para um cliente. A situação ocorreu na cidade de Tubarão, no sul de Santa Catarina. 

A Polícia Federal informou que jovens entre 18 e 25 anos estão comprando cédulas falsas na internet para gastar com shows, bebidas e drogas. O crime é previsto no Código Penal e pode gerar de três a 12 anos de reclusão.

O ex-diretor de Administração e Finanças da Infra S.A., Marcelo Guerreiro Caldas, foi afastado pelo Conselho Administrativo da estatal após ter sido acusado de apresentar um diploma falso para ser empossado no cargo. Caldas já era diretor de Gestão na EPL, com honorários de R$ 29.274,96. Internamente, era considerado o braço direito do então diretor-presidente, Arthur Lima, hoje chefe da Casa Civil da gestão de Tarcísio de Freitas (Republicanos) em São Paulo. A Infra S.A. nasceu da incorporação da EPL (Empresa de Planejamento e Logística), conhecida como a estatal do trem-bala, pela antiga Valec. Caldas afirma estar sendo vítima de ‘perseguição’.

Close