Wenderson garante que não houve influência da ACESAJ dentro da gestão para sua escolha como secretário e nem na troca de lugar com Marcelo Barreto

Ex-gerente da ACESAJ e atual secretário de administração, Wenderson Brito / Foto: Voz da Bahia

Wenderson Britto, ex-gerente da ACESAJ (Associação Comercial de Santo Antônio de Jesus) e atual secretário de administração do município, esteve presente no programa Meio-dia e Meia, Live do Voz da Bahia. Wenderson comunicou como está sua atuação à frente da nova pasta e garantiu que não houve influência da direção da ACESAJ dentro da gestão para sua escolha.

COMPREENSÃO DA PASTA:

Britto ocupou anteriormente a secretaria de Indústria, Comércio e Meio Ambiente e recentemente, houve uma troca com o ex-secretário de administração da gestão do prefeito Genival Deolino (PSDB), Marcelo Barreto (relembre aqui).

Wenderson declara que está sendo um desafio está no gerenciamento público, já que o mesmo vem de uma trajetória da administração particular, “tem sido algo novo na minha vida, como você sabe, meu histórico é na gestão privada. Para mim, é uma experiência nova estar no setor público. Quero agradecer ao prefeito Genival pela confiança no sentido de me convidar, de fazer com que eu faça parte da sua equipe contribuindo com a cidade e tenho certeza que da mesma forma que ele confiou a sua responsabilidade em mim darei esse retorno com trabalho, dedicação e comprometimento, assim como tenho feito em toda trajetória da minha vida. Estou por volta de três semanas à frente da secretaria e todo início de fase que você precisa conhecer a dinâmica, o funcionamento da carteira, saber que forma diretamente está envolvida para com as demais secretarias. A pasta da administração no corpo humano seria o coração e através dela que passa todos os meios para gerir. Minha função é justamente fazer com que esses processos corram usando os cinco princípios da administração pública: a legalidade, a impessoalidade, moralidade, publicidade e a eficiência”, explica.

NÚMEROS DE SERVIDORES COMISSIONADOS E EFETIVOS?

Ainda ao Voz da Bahia, Britto revela os números de cargos comissionados, efetivos e temporários, “temos 2,213 servidores no total, sendo que dos comissionados temos 304 preenchidos. A lei 1.233 fala que possuímos uma disponibilidade para 394 vagas, ou seja, só foram ocupados até o momento 304 cargos. Então, realmente bate a informação no total de 2,213 servidores, sendo que 304 comissionados, 1,793 efetivos e 116 temporários”, exibe.

TROCA-TROCA”:

De acordo com Wenderson, a troca de pastas entre ele e Marcelo Barreto foi uma decisão de gestão, em comum acordo entre às duas pastas, “os dois assumem papéis importantes dentro da conjuntura do município, a secretaria de administração cuida da parte administrativa da prefeitura e a de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente da geração de emprego e renda, que é o perfil do município, sempre foi a questão da indústria, comércio e do serviço que é a identidade de Santo Antônio de Jesus”, esclareceu.

INFLUÊNCIA DA ACESAJ:

Durante entrevista ao Voz da Bahia, foi posto ao secretário a influência da Associação dentro do governo do prefeito Genival Deolino (PSDB) e questionado se a instituição interferiu na sua escolha a pasta de administração, Wenderson sustentou que os vínculos entre ACESAJ e prefeitura é institucional, “não existe outra relação que não seja essa. Não houve nenhuma ingerência da ACESAJ, foi uma indicação diretamente do prefeito. A Associação Comercial também não teve nenhuma influência sobre a troca de pasta entre mim e Marcelo. Volto a dizer, a relação com a gestão pública é institucional”, garantiu.

ASSISTA A MATÉRIA COMPLETA ABAIXO:

1ª PARTE

2ª PARTE

Reportagem: Voz da Bahia