Últimas Notícias sobre LGBTQIA+

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O ano de 2023 foi recorde no número de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, com mais de 13 mil celebrações, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (28), Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais, a Arpen-Brasil.

Renata Gaspar é casada com a empresária Bebel Luz e é abertamente bissexual Foto: Reprodução: Instagram/renatagaspar

A atriz Renata Gaspar, de 37 anos, contou que já foi homofóbica e sentiu repulsa ao ver duas meninas se beijando. Ela vive a personagem Mara em “Terra e Paixão”, da Globo, que namora Menah, interpretada pela atriz Camila Damião. O casal lésbico, inclusive, não terá mais trama na novela, informou Renata nas redes sociais.

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta segunda-feira (21) maioria de votos para reconhecer que ofensas homofóbicas podem ser reconhecidas como crime de injúria racial. Até o momento, o placar de votação está 7 votos a 1 pela ampliação da punição da conduta.

Foto:: Reprodução

A Câmara Municipal de Betim, em Minas Gerais, aprovou um projeto de lei que proíbe que crianças e adolescentes compareçam a eventos com a temática LGTBQIAP+. A decisão foi tomada no dia 11, próximo do recesso parlamentar.

Imagem sem data mostra James Martin e o Papa Francisco — Foto: Reprodução/outreach.faith

O Vaticano divulgou a lista de convidados do próximo Sínodo, que vai acontecer em outubro, e um dos convidados do Papa Francisco é o jesuíta James Martin, um defensor dos LGBTQIA+ na Igreja Católica.

O pastor André Valadão gerou polêmica nas redes sociais, após um vídeo em que, durante discurso em um culto, na transmissão de “teoria da conspiração”, realizada pela igreja de Alagoinha, em Orlando, nos Estados Unidos, ele sugeriu que féis matassem pessoas da comunidade LGBTQIA+.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A cantora Claudia Leitte deixou de seguir o pastor André Valadão após ser criticada pela comunidade LGBTQIA+, grupo que compõe maior parte de fãs da artista.

Foto: divulgação/Copa do Catar

A ONG Human Rights Watch (HRW) informou nesta segunda-feira (24) que forças de segurança no Catar prenderam arbitrariamente e maltrataram pessoas LGBT+ do país recentemente, às vésperas da Copa do Mundo, que colocou em destaque as questões de direitos humanos no Estado do Golfo Árabe. As informações são da Reuters.

A programação é gratuita e faz parte do Festival das Cores. Foto: Mídia Ninja

Os cubanos votaram a favor neste domingo (25) da nova legislação que legaliza o casamento LGBTQIA+, a barriga de aluguel e outras práticas relacionadas a configurações familiares. O referendo foi o terceiro realizado no país em mais de 60 anos de regime.

Eduardo Knapp-19.jun.2022/Folhapress

Após as convenções partidárias, 170 candidaturas LGBTQIA+ foram oficializadas pelas siglas, número maior que o de 2018, quando foram 157. O levantamento é da organização VoteLGBT, que busca aumentar a representatividade dessa parcela da população.

Close