Últimas Notícias sobre Twitter

© REUTERS

No perfil oficial do ex-presidente Lula no Twitter surgiu um post para alfinetar o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos nesta sexta-feira (10).

Presidente Jair Bolsonaro / Foto: Estadão

O presidente Jair Bolsonaro contraria a Constituição Federal ao dizer que “qualquer hipótese” de ação do Estado brasileiro a respeito da crise na Venezuela poderia ser decidida “exclusivamente pelo Presidente da República, ouvindo o Conselho de Defesa Nacional”.

Caio César/CMRJ/Direitos reservados

No terceiro dia seguido de críticas públicas contra o vice-presidente Hamilton Mourão, o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) publicou nesta quinta-feira, 25, no Twitter, um comentário sobre declarações do líder do partido do vice (PRTB), Levy Fidelix. Fidelix comentava a atuação de Mourão durante o governo de transição. O filho do presidente Jair Bolsonaro fala em “interesse crocodilal”.

Foto: Arquivo / Agência Brasil

Os internautas resolveram “homenagear” o presidente do Brasil Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, por causa do primeiro de abril, Dia da Mentira. A hashtag #BolsonaroDay foi lançada e chegou a primeiro lugar entre os assuntos mais comentados no Twitter.

© Steve Marcus/Reuters

O lutador Conor McGregor usou sua conta no Twitter para anunciar que está se aposentando do MMA. “Desejo que todos os meus antigos colegas continuem a competir.

Foto: André Dusek/Estadão

Em declarações ao Jornal Nacional, levadas ao ar agora há pouco, Rodrigo Maia (DEM) voltou a dizer que está empenhado em aprovar a reforma da Previdência.

Michel Temer, Lula e Dilma Rousseff. (Foto: Germano Corrêa/MRE)

Através de sua conta oficial no Twitter, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a prisão do também ex-presidente Michel Temer. As críticas foram voltadas para a operação Lava Jato. “A Lava Jato tenta desviar a atenção do descrédito em que estava caindo e do fundo de 2,5 bilhões que negociaram com os EUA. A Força Tarefa não precisa de pirotecnia para sobreviver, precisa de sobriedade. #RecadoDoLula”, diz o tuíte.

Foto: Divulgação

Políticos de partidos de oposição a Jair Bolsonaro comemoraram, no Twitter, a queda de popularidade do governo, registrada em pesquisa que o Ibope divulgou nesta quarta-feira, 20. Segundo o instituto de pesquisa, a aprovação do governo caiu 15 pontos porcentuais entre janeiro e março, de 49% para 34%. Já a rejeição mais que dobrou, passando de 11% para 24%. Enquanto isso, a parcela dos brasileiros que disse confiar na figura do presidente caiu de 62% para 49% no período, ao passo que os que desconfiam de Bolsonaro saltou de 30% para 44%.

Foto: Jornal CORREIO

É difícil para os telespectadores acompanharem uma cobertura jornalística intensa como a feita no massacre na escola estadual em Suzano, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira (13). E realizar o trabalho de divulgação da notícia também não é tarefa fácil. A comoção foi explicitada pelo jornalista William Bonner por meio do Twitter. “Muita vontade de chorar muito, muitas vezes, ao longo de um dia tão triste”, desabafou o apresentador do Jornal Nacional, da TV Globo. Bonner confessou que tem se afastado um pouco das redes sociais, mas que decidiu voltar apenas para expressar a dor pelo ocorrido.

Close