Últimas Notícias sobre China

A China anunciou neste domingo, 25, que vai parar de publicar seus polêmicos dados sobre a Covid-19, muito criticadas pela defasagem a respeito da atual onda da epidemia que afeta o país. A Comissão Nacional de Saúde da China, que tem status de ministério, não publicará mais os números diários de casos e mortes pela doença como acontecia desde o início de 2020.

A China anunciou neste domingo, 25, que vai parar de publicar seus polêmicos dados sobre a Covid-19, muito criticadas pela defasagem a respeito da atual onda da epidemia que afeta o país. A Comissão Nacional de Saúde da China, que tem status de ministério, não publicará mais os números diários de casos e mortes pela doença como acontecia desde o início de 2020.

Foto: divulgação/Adab

O agronegócio brasileiro exportou, segundo os últimos dados do Ministério da Agricultura, US$ 148 bilhões, em 2022 e, segundo o chefe da assessoria especial de assuntos estratégicos da pasta, Guilherme Bastos é exportado aquilo que não é consumido no Brasil. Bastos foi entrevistado nesta sexta-feira (23) no programa A Voz do Brasil.

Noel CELIS / AFP

Os altos casos de Covid-19 na China tem ganhado destaque mundial. Nesta semana, o epidemiologista chinês que trabalha na ONU, apontou que o país deve registrar milhões de mortes e que 10% da Terra deve estar infectada em 90 dias. Só nesta semana, segundo as estimativas da principal autoridade de saúde do governo da China, 37 milhões de pessoas podem ter sido infectadas, apontou a empresa britânica de dados de saúde Airfinity, que também fala em cinco mil mortos por dias.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, demonstrou preocupação nesta quarta-feira, 22, com o aumento dos casos de Covid-19 na China e pediu que as autoridades do país ofereçam informações detalhadas sobre a quantidade de pessoas hospitalizadas. “A OMS está muito preocupada pela evolução na China, com cada vez mais informes sobre casos graves.

O grupo de transição do governo pretende sugerir ao presidente eleito Lula (PT), uma viagem à China, no seu primeiro mês de mandato em 2023. As informações são da coluna Igor Gadelha, do portal Metrópoles.

A China registrou a quinta alta consecutiva no número de casos diários de Covid-19. No domingo (27), foram 40.052 novas infecções de cidadãos locais, pouco acima dos 39.506 casos informados no sábado (26).

A televisão chineses está censurando imagens de pessoas sem máscara na Copa do Mundo para evitar indignação da população que está cansada das restrições contra Covid-19 e protestando contra o lockdown.

A China registrou, nesta segunda-feira, 7, o maior número de contágios de Covid-19 em seis meses, apesar dos confinamentos que afetam a indústria, as escolas e a vida cotidiana. O país registrou mais de 5.600 novos casos em 24 horas, quase metade deles na província de Guangdong, um centro de manufatura no sul do país com vários portos comerciais. Com esses novos resultados, o governo de Pequim acabou no fim de semana com as esperanças de uma possível flexibilização da rígida política de ‘covid zero’, que inclui confinamentos, quarentenas e testes em larga escala para conter, inclusive, o menor surto de contágios. Na capital do país foram registrados quase 60 novos contágios, o que provocou o fechamento de escolas no distrito de Chaoyang.

Foto: Reprodução/ Ricardo Stuckert/ Agência Brasil/ Tânia Rêgo

A apuração de votos do 2° turno das eleições deste ano foram finalizadas nas embaixadas da Austrália, Coréia do Sul, Singapura, China, Japão, Taiwan e Nova Zelândia.

Close